quarta-feira, 25 de maio de 2022

Borracha dentro do queijo poderá indenizar idoso com R$ 10.000


Borracha dentro do queijo poderá indenizar idoso com R$ 10.000
REPRODUÇÃO – “Um laticínio do Vale do Itajaí foi condenado ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 10 mil. É que um consumidor de Concórdia, no oeste do Estado, encontrou um corpo estranho numa peça de queijo produzida pelo estabelecimento. 
A sentença é do juiz Kledson Gewehr, lotado no Juizado Especial Cível da comarca de Concórdia. O autor do processo, um idoso, adquiriu o queijo em um supermercado de sua cidade. 
Ele comprovou, por meio de fotos, que já havia consumido parte do produto quando encontrou algo que se assemelha a um pedaço de borracha, como uma tira de chinelo. 
O consumidor argumentou ainda que é transplantado de rins, o que fragiliza sua saúde e aumenta a vulnerabilidade diante de possíveis contaminações. 
O magistrado ponderou que “a simples presença do corpo estranho em alimento configura, por si só, dano moral indenizável, sendo irrelevante para isto a efetiva ingestão do alimento ou de parte do corpo estranho”, em resposta à defesa. 
Como o fato ocorreu em novembro de 2019, o valor da indenização deve ser corrigido monetariamente desde essa data. 
Ainda cabe recurso da decisão (Autos n. 5002358-49.2020.8.24.0019).” 
Fonte: Tribunal de Justiça de Santa Catarina./ 
Publicado por Pereira Brasil Advocacia Especializada /https://pereirabrasil-adv4432.jusbrasil.com.br/noticias/1496779447/pedaco-de-borracha-dentro-de-queijo-resulta-em-indenizacao-de-r-10-mil-para-idoso

Acompanhamento de Proposição: PL 5981/2019


Acompanhamento de Proposição: PL 5981/2019

Saiba por onde tramita as Proposições referentes ao segmento da pessoa idosa na Câmara dos Deputados. Lembre-se Idoso conectado é idoso informado. Cobre de seu Deputado uma posição sobre o assunto. Se ele não tem interesse sobre o assunto, creio que está na hora de mudar.



Esqueça a ofensa

Esqueça a ofensa. O tolo derrama toda a sua ira; mas o sábio a reprime e aplaca. A discrição do homem fá-lo tardio em irar-se; e sua glória está em esquecer ofensas.

Queridos. Conta-se que um andarilho a pedir esmola, chegou a uma aldeia escocesa e bateu a porta de hospedaria cujo nome era Jorge e o Dragão. Por favor, senhora, pode arranjar-me um pouco de comida? Ele pediu a uma mulher que o atendeu a porta. Um pouco de comida para um andarilho. Não. Disse ela. Por que não trabalha para viver, como um homem honesto?

O andarilho vai embora, mas no meio do caminho ele olha para a taverna e lê novamente Jorge e o Dragão, ele volta e torna a bater. Você novamente, o que quer? Disse a raivosa mulher. Por favor, senhora, se Jorge está aí, posso desta vez falar com ele?

MORAL DA HISTÓRIA – Às vezes se faz necessário pedir pela segunda vez para aniquilar o dragão interior das pessoas. Porque há um pouco de Jorge e muito de dragão em todos nós. Não é verdade? Muitas pessoas quando perdem o controle ou as estribeiras, imediatamente justificam-se, dizendo: que tem pavio curto, que é mau de família, que é de gênio forte. Outras se dizem sinceras, e o que sentem põem para fora, não se importando se vão ou não ferir os outros. Pessoas assim confundem sinceridade com hostilidade e falta de educação.

Há momentos que nós encontramos uma fila inteira de dragões a nossa frente, em outros somos um deles. Pois todos nós temos variação de sentimentos, mas o problema toma vulto quando a frustração de nossos problemas diários se transforma em irritação; Quando o desespero por causa de circunstâncias desfavoráveis nos leva à depressão e quando tudo se transforma em raiva. Aí o dragão mostra os dentes.

Lembre-se. O tolo derrama toda a sua ira; mas o sábio a reprime e aplaca. A discrição do homem fá-lo tardio em irar-se; e sua glória está em esquecer ofensas.


terça-feira, 24 de maio de 2022

Um Bonito para lá de Bonito


Um Bonito para lá de Bonito

Um Bonito para lá de Bonito

ACONTECEU – No período de 21 a 23 de meio de 2022, o Rev. Pinho Borges, Secretário Nacional da Pessoa Idosa da Igreja Presbiteriana do Brasil, esteve em Bonito/MS, cidade considerada o Centro de Ecoturismo no Estado do Mato Grosso do Sul. O município tem uma área de aproximadamente 4 934,318 km², e uma população estimada de  22.190 habitantes (2020), dos quais 1.857 são idosos; está situado a 315 metros acima do nível do mar, e tem clima tropical, mas na manhã do dia 20 os termômetros registravam 9 graus.

A IPB de Bonito é pastoreada pelo Missionário Marcelo Silva; o trabalho é jurisdicionado pela 3ª IPB de Campo Grande/MS, pastoreada pelo Rev. Clemente Arcanjo em parceria com a Junta de Missões Nacionais da IPB.

Nossa viagem para Bonito começou na quinta feira 19 de maio, com o deslocamento ao Aeroporto dos Guararapes em Recife/PE, com destino a Campinas/SP, fazendo uma conexão para Bonito/MS, com uma escala com desembarque/ embarque em Corumbá/MS. São aproximadamente 4.435 Km voados na ida e 14 horas de jornada. Chegamos a Bonito às 12 horas, horário local , uma hora a menos do horário de Brasília/DF., sendo recebido pelo Missionário Marcelo. Agradecemos a Deus e as orações dos irmãos.

Na noite da sexta feira (20), o Rev Pinho Borges a convite do missionário Marcelo Silva fomos a residência de uma família da Igreja e participamos de uma Reunião Familiar que a Igreja Presbiteriana de Bonito, realiza às sextas-feiras. A programação da citada reunião foi composta de oração, louvor e comentários sobre a ministração da Palavra do domingo anterior; na ocasião falei para o grupo sobre o motivo da nossa presença em Bonito e sobre o funcionamento da Rede presbiteriana de Apoio à Pessoa Idosa (Repapi). Terminada a devocional foi servido um caldo quente.

No sábado (21), às 15h, nossas atividades aconteceram no templo na Igreja Presbiteriana de Bonito/MS com a palestra: Idoso sim, Velho não.
A Igreja está passando por um período de revitalização numa parceria da Terceira IPB de Campo Grande e a Junta de Missões Nacionais da IPB.
Após a palestras os participantes receberam o Kit Repapi (Um exemplar do Estatuto do Idoso, uma caneta e um boné).

No domingo, (22) pela manhã, o Rev. Pinho Borges, Secretário Nacional da Pessoa Idosa da Igreja Presbiteriana do Brasil ministrou a palestra: A Igreja e os Direitos da Pessoa Idosa, no horário da Escola Dominical para a Igreja Presbiteriana de Bonito/MS.; e no domingo a noite, ministrou a Palavra do Senhor, e a Ceia do Senhor, no Culto Vespertino da IPB de Bonito/MS. Marcelo Silva.

Na segunda feira, às 10h da manhã, iniciou a viagem de retorno para a ‘Terra dos Altos Coqueiros’. O primeiro trecho voado foi entre Bonito/MS e Campinas/SP e o segundo foi entre Campinas/SP e Recife/PE. Chegando em Recife por volta das 23h30min, com a cidade alagada pelas fortes chuvas; Foi uma jornada de 12 horas e 3.700 km voados; num total de 8.155 km voados de ida e volta.

Alguns fragmentos. Em Recife embarquei num Airbus A330 da Azul, impressionante o tamanho da aeronave; em Campinas num Embraer 195. Em Bonito com a manhã do sábado livre o missionário Marcelo levou-me a conhecer o Aquário da Cidade, estranhei pois lá o idoso não tem o desconto de 50% para entrar.

Agradecido a Deus. Foram dias abençoados e abençoadores. Agradeço ao Missionário Marcelo e família pela hospitalidade.

Idosos da IPB Sucupira

Idosos da IPB Sucupira:

IDOSOS EM FOCO – A coordenadora Aleir Souza, do Grupo Nossa Primavera (Repapi), da Igreja Presbiteriana de Sucupira, em Jaboatão dos Guararapes /PE, informou que o grupo se reuniu na segunda feira (23/05/2022), no salão anexo da Igreja. Segundo a coordenadora os idosos desafiaram as chuvas e se encontraram de forma festiva e alegre apesar das chuvas e trovões. 
A parte devocional foi com cânticos e a irmã Aleir ministrou para os participantes uma palavra incentivando-os a participarem dos encontros. 
No final foi servido um lanche e fizeram uma surpresa a coordenadora comemoraram o aniversário antecipado (dia 24). A coordenadora registrou que o Encontro “foi uma benção para glória de Deus”. 
O Secretário Nacional da Pessoa Idosa da IPB , parabeniza o Grupo Primavera pelo empenho e a irmã Aleir por mais um ano de vida concedido pelo Criador.

Acompanhamento de Proposições: PL 5881/2019


Acompanhamento de Proposições: PL 5881/2019

Acompanhamento de Proposições

Saiba por onde tramita as Proposições referentes ao segmento da pessoa idosa na Câmara dos Deputados. Lembre-se Idoso conectado é idoso informado.




Deixa a ira

Deixa a ira. Salmos 37:8 - Deixa a ira, e abandona o furor; não te enfades, pois isso só leva à prática do mal.

Por que ficamos com raiva? O que podemos fazer com ela?  Qual a sua causa?

Se nós pudéssemos colocar um termômetro em nossas emoções, verificaríamos toda uma escala de temperaturas raivosas.

37º Você tem costumeiras irritações, e impaciência. 38º Você fica hostil, antagônico, rancoroso. 39º Você tem atitudes temperamentais, ninguém interfere. 40º Você se torna explosivo, irracional, violento, mortífero. Várias causas podem elevar o mercúrio do nosso termômetro:

Ciúme, inveja - quando alguém que não te agrada consegue fazer algo que chama a atenção de todos e você não se sente capaz de realizar o mesmo.

Ressentimento - quando você dá um fora e o outro não deixa por menos; você fica com seu amor-próprio ferido.

Insulto - quando alguém te critica ou não bota fé em sua capacidade de realizar algo, ou de seu jeito de fazer as coisas.

Em todas as situações, a causa primordial é a mesma: A raiva. A raiva brota de alguma frustração do ego, quando o amor e respeito próprios são tolhidos. A raiva se manifesta porque o nosso reservatório de perdão secou. A raiva é um mal desnecessário, que fere os outros. A raiva é um desejo violento de ferir os outros. A raiva é um sentimento vingança reprimido que destrói.

Quando estamos irados estamos vulneráveis ao mal, pois sem controle, podemos agir pecaminosamente. Quanto maior o grau de sua raiva, menor é o seu bom senso, sua razão, chegando a se transformar em ressentimento, e em breve em amargura, irritabilidade, ódio, maldade e centenas de outros males.

Queridos.Há pessoas que estão quase explodindo. CUIDADO! As explosões são sempre ruins. Elas podem ter duas motivações: 1) Muitas pessoas querem fazer as coisas andarem do seu jeito. 2) Ou extravasar frustrações, quando percebe sua própria incompetência ou inferioridade.

Lembre-se. Explosões de raiva mostra o quanto se é imaturo.

 


Borracha dentro do queijo poderá indenizar idoso com R$ 10.000

Borracha dentro do queijo poderá indenizar idoso com R$ 10.000 REPRODUÇÃO – “Um laticínio do Vale do Itajaí foi condenado ao pagamento de in...

AS POSTAGENS MAIS VISITADAS