terça-feira, 28 de dezembro de 2010

FELIZ ANO NOVO: EM 2011, TRANSFORME PEDRAS EM FLORES

Das Pedras
Ajuntei todas as pedras
que vieram sobre mim.
Levantei uma escada muito alta
e no alto subi.
Teci um tapete floreado
e no sonho me perdi.

Uma estrada,
um leito,
uma casa,
um companheiro.
Tudo de pedra.

Entre pedras
cresceu a minha poesia.
Minha vida...
Quebrando pedras
e plantando flores.

Entre pedras que me esmagavam
Levantei a pedra rude
dos meus versos.


Cora Coralina


TEMPORADA 2011 - PROGRAMA DE TURISMO PARA A TERCEIRA IDADE

Rio de Janeiro - O programa Viaja Mais Melhor Idade, do Ministério do Turismo, em parceria com a Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), para atender os turistas brasileiros maiores de 60 anos, inicia no próximo dia 9 de janeiro a temporada 2011, com inovações.
Segundo o gerente nacional do programa, Enzo Arns, essa temporada se diferencia da anterior porque oferece, pela primeira vez aos aposentados, a oportunidade de viajar no verão, que é considerado um período de altíssima temporada turística. Em 2010, a temporada começou em março.
“Hoje, como já tem uma venda de baixa temporada bastante consolidada, a gente não vê problema de oferecer também um produto de alta temporada, até porque tem demanda, tem um público interessado. Significa a maturidade desse programa, que está com pouco mais de 3 anos e é exitoso em todas as suas vertentes”, explicou.
A nova temporada será aberta por um cruzeiro no navio Imperatriz, da CVC, uma das operadoras credenciadas do programa, do qual participarão pelo menos 500 passageiros da melhor idade. A capacidade total do navio é de 1.600 passageiros, dos quais boa parte deverá ser de acompanhantes de idosos. Enzo Arns explicou que o atendimento às demandas dos turistas com mais de 60 anos foi iniciado já a partir do segundo semestre deste ano, com a venda de pacotes para assistir ao Natal Luz, em Gramado (RS), e para as praias do nordeste.
“Era um destino muito procurado pelos idosos e que agora a gente passou a oferecer. Ele começou em novembro e vai até 15 de janeiro”, disse. No total, são quase 5 mil passageiros atendidos nesses dois destinos.
O ano de 2010 representou o melhor resultado do programa Viaja Mais Melhor Idade, com 210 mil pacotes vendidos até agora. A expectativa, porém, é encerrar o ano com cerca de 230 mil pacotes vendidos, o que significará 15% a mais do que o volume registrado em 2008, que foi o melhor ano de vendas. Desde sua criação, em setembro de 2007, o programa comercializou 600 mil pacotes turísticos.
Em 2011, segundo Enzo, a tendência permanece de crescimento. “A expectativa é ainda mais ousada. A meta é ultrapassar a marca dos 300 mil pacotes vendidos”.
Enzo lembrou que o programa não se restringe somente à venda de pacotes turísticos, mas engloba descontos na aquisição de hotéis e, mais recentemente, descontos de 25% a 35% em passagens aéreas, graças à parceria com a empresa de aviação Trip.
O ano de 2010 marcou, ainda, a realização dos primeiros pacotes turísticos do programa para o exterior. O destino foi o Chile. Em 2011, deverá ser incluído um novo destino internacional no programa, que é a Argentina. “A gente tanto vai receber argentinos no Brasil, como encaminhar brasileiros para destinos na Argentina”, disse.
Edição: Fernando Fraga
Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil

sábado, 25 de dezembro de 2010

Mestre!. Agradeço-te pela graça de celebrar a Terceira Idade.

Mestre! "Agradeço-te pela graça de celebrar a Terceira Idade. Quero viver intensamente este sábio período da vida, mantendo a energia de um espírito jovem e transcendente. Quantas recordações pairam em meu coração: felicidade, lágrimas, desafios, histórias... mas sei que a cada amanhecer surgem novos caminhos para trilhar. Peço-te, Senhor, sabedoria para assimilar as inovações, otimismo para ocupar o tempo com atividades, saúde para desfrutar outonos e primaveras. Ofereço-te os sonhos realizados ao lado minha maravilhosa família. Na esperança de novas realizações prosseguirei com fé para cumprir a grande missão de minha vida." Autor: ( Luisinho Bastos )

MEXA-SE COMO UMA CRIANÇA

A atividade física é um grande fator de promoção da qualidade e da duração da vida. Ande, pratique alongamento, dance. Não pare... Coma como um índio. Evite produtos industrializados. Coma menos gorduras. Abuse das frutas e verduras. Use pouco sal, reduza o consumo de açúcar...
DURMA COMO UM GATO. Descanse o suficiente, espreguice ao acordar. Trate bem o seu corpo...
TENHA A PERSISTÊNCIA DE UM CAMELO. Seja disciplinado. Mantenha seu compromisso de envelhecer com saúde. Trace objetivos e tarefas. Mantenha seus sonhos vivos...
TENHA A ALEGRIA DE UM GOLFINHO. Valorize as coisas boas que a vida nos dá. Não seja amargo ou rancoroso. Viva o dia de hoje...
SEJA INDEPENDENTE COMO UM PÁSSARO. Não dependa de ninguém para o seu bem estar...
TENHA A SOLIDARIEDADE DE UM CÃO. Faça-se necessário. Seja disponível. Mantenha-se fiel às causas sociais... Mantenha sua crença na vida, no amor e na fraternidade." Autor: ( Desconhecido )

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

PRESBITÉRIOS CRIAM SECRETARIA DA TERCEIRA IDADE

A SGTTI-IPB parabeniza o Presbitério Litoral Sul de Pernambuco e o Presbitério Centro de Pernambuco pela criação da Secretaria da Terceira Idade, e aos  Rev. Rômulo Henrique e Gedeão Ferreira, respectivamente.
A SGTTI se coloca a disposição dos novos secretários no que for possível e necessário para o exercício desta nova função.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Cerca de 4,5 milhões de idosos terão dificuldades na vida diária em 2020

Rio de Janeiro - O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) estima que cerca de 4,5 milhões de idosos - 1,3 milhão a mais do que em 2008 - terão dificuldades para exercer as atividades da vida diária nos próximos dez anos. Desse total, 62,7% são do sexo feminino.

Os dados estão no livro Cuidados de Longa Duração para a População Idosa: Um Novo Risco Social a Ser Assumido?, que o Ipea lançou nessa quinta-feira (16), no Rio de Janeiro. O estudo foi organizado pela coordenadora da área de População e Cidadania do Ipea, Ana Amélia Camarano, e foi tema da mesa-redonda Cuidados para a População Idosa: De Quem é a Responsabilidade?
Para Camarano, mesmo que a proporção de idosos com incapacidade funcional diminua como resultado de melhorias nas condições de saúde e de vida em geral, ainda assim, muito provavelmente cerca de 3,8 milhões de idosos vão precisar de cuidados de longa duração em 2020.
Segundo ela, “é urgente pensar uma política de cuidados de longa duração para a população idosa brasileira, inclusive porque a oferta de cuidadores familiares tende a se reduzir nos próximos anos”.
Em entrevista à Agência Brasil, a coordenadora da área de População e Cidadania do Ipea disse que o objetivo do estudo é “levantar a discussão sobre de quem é, de fato, a obrigação de cuidar das pessoas idosas e se esse cuidado tem que se transformar em um risco social. A questão é se essas pessoas têm o direito ou não de ser segurado do Estado, como ocorre no caso da Previdência Social e da assistência à saúde”.
A pesquisadora do Ipea lembra que a Constituição Brasileira, a Política Nacional do Idoso e o Estatuto do Idoso responsabilizam as famílias por esses cuidados. Segundo ela, a publicação apresenta argumentos para que o Estado e a iniciativa privada assumam e dividam com as famílias essa responsabilidade. Segundo ela, a ausência de uma política estruturada e articulada de cuidados formais do idoso, ponto de partida para as reflexões do estudo, faz com que “hoje, a família venha a desempenhar o papel de cuidar ou descuidar de aproximadamente 3,2 milhões de idosos sem praticamente nenhum apoio, seja do Estado ou do setor privado”.
Para Camarano, a ação dos órgãos governamentais é mínima, reduzida à modalidade de abrigamento nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (Ilpis) – os “asilos” do passado. “Esses têm origem na caridade cristã e a maioria ainda depende dela. Outras alternativas são escassas”, afirma.
“Eu acho que o Estado tem sim que assumir uma posição mais efetiva na criação de mecanismos de proteção e cuidado das pessoas idosas. Porque a capacidade de as famílias desempenharem esse papel está diminuindo ano a ano e, paralelamente, aumenta a demanda e alguém tem que assumir isso. A grande questão que se impõe é: esse é um risco social que o Estado deve assumir? Eu acho que sim, porque a perda da capacidade laborativa é um risco social decorrente da idade avançada. E o Estado já assumiu essa perda quando criou a Previdência Social e a aposentadoria por invalidez”.
O livro, diz o Ipea, parte do novo cenário demográfico (que indica (mais longevos na população brasileira), com quatro perguntas: como ficará a autonomia dos idosos para as atividades da vida diária?; a família brasileira continuará como principal cuidadora dos membros idosos?; quais as alternativas de cuidado não familiar disponíveis no Brasil?; e qual deverá ser a responsabilidade do Estado na provisão de serviços de cuidados para a população dependente?
Camarano lembra que os “asilos” são historicamente associados ao abandono familiar e à pobreza, e nessa associação está a origem do preconceito. “O livro busca desconstruir a oposição entre vida e residência em Instituições de Longa Permanência para Idosos, bem como entre “solidão” e “aconchego”. 
O estudo procura mostrar ainda que a vida nessas instituições é um pedaço da vida fora delas, uma continuação do que se vive fora delas. “Não há rupturas, como se imagina. Nelas, existem namoros, encontros, desencontros, solidão, brigas, ‘barracos’, felicidades, tristezas e muitas outras emoções”.

Edição: Graça Adjuto
Nielmar de Oliveira
Repórter da Agência Brasil

Ipea projeta número de idosos com mais dificuldades nos próximos anos

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro - O Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) promove hoje (16), às 13h30, no Rio, entrevista coletiva sobre o livro Cuidados de Longa Duração para a População Idosa: Um Novo Risco Social a Ser Assumido? A organizadora do livro, Ana Amélia Camarano, participa da mesa-redonda Cuidados para a População Idosa: De Quem é a Responsabilidade?

O Ipea faz uma projeção do número de idosos que terão mais dificuldades na vida diária nos próximos dez anos – a maioria do sexo feminino. O trabalho aborda ainda a fragilidade das redes sociais em relação aos cuidados de longa duração no município do Rio.
Edição: Graça Adjuto

Publicada lei que obriga separação de bens para casamentos com pessoas de 70 anos

Brasília - O Diário Oficial da União publica hoje (10/12/2010) a lei que muda o Artigo 1.641 do Código Civil Brasileiro para tornar obrigatória a separação total de bens para casamentos com pessoas após os 70 anos. A idade vigente até então era de 60 anos.
A medida havia sido incluída no Código Civil para evitar os casamentos por interesse – quando um dos noivos decide se unir ao mais idoso para tomar posse de seus bens materiais. A decisão de alterar o código partiu da premissa de que a população brasileira aumentou sua expectativa de vida, e a pessoa com 60 anos ainda tem capacidade de decidir sobre seu regime matrimonial.
De acordo com a autora do projeto, deputada Solange Amaral (DEM-RJ), a idade de 60 anos foi fixada quando a expectativa de vida média do brasileiro era de 60 anos.
Para o Instituto Brasileiro de Direito de Família, a alteração ameniza a situação, mas não resolve o problema. Continua a existir uma imposição discriminatória, que fere o direito do cidadão de dispor livremente de seu patrimônio.
Edição: Talita Cavalcante
Christina Machado
Repórter da Agência Brasil

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

CULTO DE AÇÃO E GRAÇAS

Na quarta-feira (09) o Rev. Pinho Borges, Secretário Geral do Trabalho da Terceira Idade,  e família, ofereceu ao Senhor da Seara, Culto de Ação e Graças, pelos 11 anos de ministério a frente da Igreja Presbiteriana da Boa Vista e pelo seu novo ministério a frente da Secretaria Geral.
Uma noite inesquecível de louvor e adoração. Na ocasião o Rev. Pinho Borges recebeu a Láurea Rev. Jerônimo Gueiros, pelos 11 anos de Ministério na Igreja. O mensageiro da noite foi o Rev. Guilhermino Cunha  e nos louvores destacamos a presença do cantor sacro Luiz de Carvalho, além da participação do Grupo Art&Júbilo e o Coro Dr. Orlando de Vasconcelos ambos da igreja local e finalizando as comemorações todos foram convidados para a confraternização que aconteceu no salão social do Edfício Jerônimo Gueiros.













terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Homens jovens têm 4,5 mais chances de morrer do que as mulheres em igual faixa etária

Thais Leitão
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - A chance dos homens morrerem jovens, aos 22 anos, é 4,5 vezes superior à das mulheres na mesma faixa etária. De acordo com estudo Tábua da Mortalidade , divulgado hoje (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), essa diferença mais que dobrou desde 1980, quando eram registrados dois óbitos masculinos para cada feminino nessa faixa etária.

Esse aumento é explicado, em grande parte, pelas mortes violentas. Entre 15 e 19 anos, os homens responderam, em 2009, por 87,35% do total de mortes violentas no país. Na faixa seguinte, entre os 20 e 24 anos, o percentual chega a 90,21%. Somente a partir dos 30 anos a tendência se inverte e as causas naturais surgem como o principal fator dos óbitos, sendo responsável por 60,18% das mortes entre 30 a 34 anos e por 70,62% para aqueles com idade entre 35 e 39 anos.

Segundo o gerente de Estudos e Análises Demográficas do IBGE, Juarez de Castro Oliveira, se esse panorama não for alterado, o Brasil poderá atingir “níveis insustentáveis”. “Atualmente já há um excedente de quase 4 milhões de mulheres na população brasileira e é bem provável que em 2050 já tenhamos 14 milhões de mulheres a mais.”

Ainda de acordo com o levantamento do IBGE, no ano passado a expectativa de vida para os homens alcançou 69,42 anos e para as mulheres chegou a 77,01 anos. Para a média da população brasileira, a expectativa de vida era de 73,17 anos.

Também houve aumento na esperança de vida dos idosos. Em 1980, um brasileiro com 60 anos esperaria viver em média 76,39 anos. No ano passado, brasileiros na mesma faixa etária viveriam em média até os 81,27 anos.

Segundo o gerente do IBGE, essa mudança é fruto da ampliação de políticas voltadas para essa parcela da população. “A chamada terceira idade não é a mesma de 50 anos atrás. Ela tem mais vitalidade, mais disposição, quer trabalhar, ter mais lazer. Hoje as pessoas chegam aos 70 e 75 anos com vitalidade, fazendo exercícios físicos, tendo boa alimentação.”

Para ele, os governos e a iniciativa privada precisam investir mais na adaptação do mobiliário urbano, que inclui as condições de deslocamento principalmente nas grandes cidades, para os idosos.

Edição: João Carlos Rodrigues

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

WORKSHOP EM NATAL – RN.

A SGTTI realizou nos dias 3 e 4 de dezembro o Workshop: Construindo a REPAPI, na Cidade de Natal no Rio Grande do Norte, precisamente na Igreja Presbiteriana Memorial do Natal, pastoreada pelo Rev. José Romeu e contou com a participação das Igrejas de Pirangibe e Alecrim . A abertura do Workshop foi um verdadeiro culto a Deus, com a participação de um coral  formado em sua totalidade formado por pessoas idosas.

No sábado foram realizadas duas oficinas que trataram dos direitos da pessoa e da necessidade das igrejas  agilizarem projetos com a finalidade de melhorar a participação dos idosos na vida ativa da comunidade eclesial.  Assim como em Governador Valadares(MG), o Rev. Romeu se comprometeu a criar junto com o Sínodo um núcleo para tratar da questão do envelhecimento no Concílio.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Dados do Censo 2010 preocupam, diz ministro da Previdência

Brasília - Os dados do Censo de 2010, divulgados hoje (29.10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) preocupam, afirmou hoje (29.10) o ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas. Segundo ele, o resultado do censo mostra que o Brasil está no meio de uma transição demográfica.

“As projeções apontavam que em 2020 teríamos 1,8 filho por mulher, Em 2008, tivemos a informação que as mulheres brasileiras têm, em média, 1,8 filho. Isso quer dizer que, em 2020, vamos perder 30 milhões de habitantes na projeção. São menos pessoas trabalhando e mais pessoas idosas. Teremos que dar conta não só da aposentadoria como das políticas públicas para essas pessoas.”

Para Gabas, esse novo retrato da nossa população brasileira é grave. “Teremos uma quantidade enorme de pessoas idosas em pouco tempo. O mercado tem de se organizar e cada vez mais o estado brasileiro terá de se preocupar com o crescimento dessa população.”

Segundo o ministro, esse novo desenho da sociedade brasileira mostra que as mulheres estão ocupando cada vez mais espaço no mercado de trabalho. “Isso é muito positivo para o país, mas traz o reflexo no número de filhos. As pessoas estão se formando tarde, especializando-se mais e depois entrando no mercado de trabalho. Isso tem um reflexo direto no crescimento da população.”

Embora o número de pessoas idosas no país esteja aumentando, o ministro não acha necessário fazer uma reforma no sistema previdenciário com urgência. “O comportamento da arrecadação reflete que há uma mudança e significa que temos uma Previdência equilibrada. É hora de conversar com a população para saber qual o tipo de Previdência que ela quere no futuro. Esse é um debate que precisa ser colocado e é uma questão necessária.”

Daniella Jinkings
Repórter da Agência Brasil
Edição: João Carlos Rodrigues

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

PROGRAMA BENEFICIA MAIS DE 3,3 MILHÕES DE IDOSOS

Brasília - Mais de 3,3 milhões de pessoas, acima de 65 anos ou com deficiência, são beneficiadas atualmente pelo Programa de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) em 5 mil municípios.
Os números foram apresentados hoje (8) pela ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Márcia Lopes, ao participar da abertura do Seminário Internacional do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC), que vai até a próxima quarta-feira (10), em Brasília.
O valor do BPC é de um salário mínimo. Ele é repassado aos beneficiários pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), mesmo que eles não tenham contribuído para a Previdência Social. Para receber o benefício, é necessário que a família ou a pessoa tenha renda bruta inferior a um quarto do salário mínimo.
“Conseguimos alcançar mais de 3,3 milhões de pessoas em mais de 5 mil municípios”, destacou a ministra. “Tudo isso é possível com organização e política em conjunto com as prefeituras, o que nos permite encontrar pessoas que precisam de ajuda e que, por algum motivo, não estavam no nosso cadastro.”
Um dos objetivos do seminário é integrar as políticas implantadas em outros países. Para isso, o Brasil vai trocar experiência e estudar modelos de proteção social não contributiva com a África do Sul, o México e com outros países da América Latina.
“O Brasil já é modelo em vários programas sociais. Hoje temos o Bolsa Família, por exemplo. Com o BPC não é diferente. Já são 14 anos com essa política e poder discutir com organismos internacionais é muito importante para o programa”, disse Márcia Lopes.

Edição: João Carlos Rodrigues
Da Agência Brasil

SGTTI NA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE

Domingo (28.10) o  Secretário Geral visitou igrejas na Região Metropolitana do Recife, divulgando a REPAPI ( Rede Presbiteriana de Apoio à Pessoa Idosa).
Horário da  manhã esteve na Igreja Presbiteriana do Recife, informando a nova sistemática do trabalho da Secretaria Geral da Terceira Idade da IPB.
À noite o secretário esteve na Igreja Presbiteriana de Arthur Lundgren-I, cidade de Paulista-PE,  (foto) ministrando a palavra a convite do Rev. Jadilson Oliveira.
Antes da mensagem o Secretário Geral falou da necessidade das igrejas apoiarem a construção da Rede.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

REPAPI NOS CAMINHOS DAS MINAS GERAIS



DIA 19.11.2010 RECIFE / GOV. VALADARES. Nossa viagem tem início às 2h, saindo de Recife – PE, com destino a Belo Horizonte – MG (2.060/Km – Avião – 3h) e depois  de Belo Horizonte para Governador Valadares-MG (324/km – Ônibus- 5h) para realizar o primeiro Workshop da REPAPI promovido pela SGTTI. A noite dirigimos uma breve palavra no Congresso da UPH da Federação do Rio Doce.

DIA 20.11.2010 – MENDES PIMENTEL. MG
Pela manhã fomos com o Rev. João Batista (1ª IP de Gov. Valadares) a cidade de Mendes Pimentel onde estava acontecendo o Congresso de SAF da Federação Rio Doce. Os 70 km que separam as duas cidades são cheios de curvas, e de belas paisagens. Foi nos franqueada a palavra e assim podemos expor os planos e metodologia dos trabalhos da SGTTI, a partir da REPAPI; após o almoço, voltamos para Gov. Valadares.

DIA 20.11– GOV. VALADARES – SEXTA IGREJA PRESBITERIANA. Estivemos no horário da tarde no Congresso da UPH da Federação do Rio Doce, reunido na Sexta Igreja, onde tivemos a oportunidade de explicar o que é a REPAPI? E o que esperamos das Forças de Integração da IPB em apoio a SGTTI. A noite abrimos o Workshop na Igreja Presbiteriana Grã Duquesa com a apresentação da REPAPI.

DIA 21.10 – GOV. VALADARES – IGREJA PRESBITERIANA GRÃ DUQUESA. Pela manha no horário da Escola Dominical foram apresentadas as oficinas: Estatuto do Idoso e o Combate a Violência, A Igreja e o Direito da Pessoa Idosa, e algumas experiências exitosas. Na ocasião contamos com a colaboração do irmão Amarildo Lourenço, da 1ª IP. de Governador Valadares, prof. de Direito. 
DIA 21.11– GOV. VALADARES – PRIMEIRA IGREJA.  O Culto de Encerramento do Workshop em Gov. Valadares aconteceu no Templo da Primeira Igreja. O mensageiro foi o Rev. Pinho Borges, Secretário Geral do Trabalho da Terceira Idade, que utilizou o quarto capítulo da 2a Carta a Timoteo para refletir sob a  necessidade de se reflitir sob o envelhecimento.
DIA 22.11.2010 – GOVERNADOR VALADARES-MG/ARACRUZ – ES. Saímos juntamente com o Rev. João Batista e o Presb. Mario para a Reunião Extraordinária do Supremo Concilio no SESC de Aracruz. Em viagem de 340/km, e 5h de duração entres as belas paisagens.

DIA 22 a 24.11 – ARACRUZ. REUNIÃO DO SUPREMO CONCÍLIO DA IPB – Durante o Supremo Concílio expomos o material do Workshop que a SGTTI está oferecendo aos Presbitérios e Sínodos.
Os concílios que desejarem a realização de Workshop em suas regiões devem manter contato através do fone: (81) 9976-8185. 

DIA 24.11.2010 – ARACRUZ/RECIFE. As 13h iniciamos o nosso retorno ao Recife, primeiro de ônibus de Aracruz/Vitória (84Km) e depois Vitória/Guarulhos (avião - 984km) e Guarulho/Recife (avião – 2.672km)


AGRADECIMENTOS – Ao Rev. João Batista, ao Prof. Amarildo Lourenço e ao Presb Ilvécio(foto) que foi nosso hospedeiro em Governador Valadares.


terça-feira, 23 de novembro de 2010

MINISTRO DIZ QUE PREVIDÊNCIA PÚBLICA NÃO É PROBLEMA, É SOLUÇÃO

O ministro Carlos Eduardo Gabas, da Previdência Social, negou hoje (23.11) por ocasião do 1º Congresso Mundial de Aposentados que ocorre no Senado, com a presença de representantes de vários países que o sistema previdenciário público brasileiro esteja falido e acusou o setor de previdência privada como responsável pela tese.
Para um auditório lotado por aposentados, pensionistas e representantes de confederações de trabalhadores, o ministro defendeu que a “previdência pública não é problema para o país, é solução”; e que a previdência pública brasileira continue a implementar as políticas de proteção social.
O ministro destacou que os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a base da pirâmide social no país está encolhendo a partir do envelhecimento da sociedade por isso considera fundamental que governo, trabalhadores e aposentados debatam, “com sinceridade”, as políticas futuras para os idosos.
Marcos ChagasRepórter da Agência Brasil

terça-feira, 16 de novembro de 2010

CULTO DE AÇÃO E GRAÇAS

Convidamos V.S e Família para o Culto Solene em Ação de Graças pelos 10 anos de Pastorado na Igreja Presbiteriana da Boa Vista e Eleição como Secretário Geral do Trabalho da Terceira Idade da Igreja Presbiteriana do Brasil.

Pregador: Rev. Guilhermino Cunha
(Pastor da Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro)
Participação musical: Luiz de Carvalho.

Data: 8 de dezembro de 2010, às 19h
Local: Igreja Presbiteriana da Boa Vista. Av. Conde da Boa Vista 521, Recife – Pernambuco.

Rev. Pinho Borges e Família

APOSENTADOS TERÁ REAJUSTE

O líder do governo no Congresso, deputado federal Gilmar Machado (PT), afirmou ontem que o governo quer dar um reajuste acima da inflação, no ano que vem, para os aposentados e os pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que ganham mais que um salário mínimo (R$ 510, atualmente). A ideia é oferecer 80% do que vai ser aplicado ao Mínimo, o que pode significar reajuste de 7,3% -inflação mais ganho real - para aposentados e pensionistas do INSS em 2011.

Extraído de Hoje em Dia - 14 de novembro de 2010

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

WORKSHOP SOBRE A TERCEIRA IDADE - PARTICIPE

Imprimir
Workshop: Construindo a Rede Presbiteriana de Apoio à Pessoa Idosa

Local:  Governador Valadares – MG.
Data : 20 e 21 de novembro de 2010
Preletor: Rev. Pinho Borges (Secretário Geral do Trabalho da Terceira Idade – IPB)

1º Evento – Evento Magno
Tema: Construindo a REPAPI – “Rede Presbiteriana de Apoio à Pessoa Idosa”
Local: Igreja Presbiteriana do Grã-Duquesa – Av. Europa, 390
Data: 20 de novembro de 2010 - Horário: 19h30min

2º Evento – Seminário 1 - Tema: “Experiência Exitosa de Grupo de Idoso”
Local: Igreja Presbiteriana do Grã-Duquesa
Data: 21 de novembro de 2010 - Horário: 9 horas

3º Evento – Seminário 2 -
Tema: “A Igreja e o Direito da Pessoa Idosa”
Local: Igreja Presbiteriana do Grã-Duquesa
Data: 20 de novembro de 2010 - Horário: 15 horas

4º Evento – Mensagem
Mensagem Bíblica
Local: Primeira Igreja Presbiteriana de Governador Valadares – Av. Brasil, 2837
Data: 20 de novembro de 2010 - Horário: 19h30min
    Telefone para contato: Rev. João Batista - 3332252924 / 3388239855

Sexto Lote de Restituições do Imposto de Renda

Fonte: Agência Brasil
Segundo informações da Agência Brasil (Brasília) - A Receita Federal disponibilizou a consulta desde o dia 09/11, a consulta ao sexto lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física. O contribuinte poderá receber as informações pela internet acessando a página da Receita da Federal ou ligar para o fone 146.
Mas só a partir do dia 16 de novembro de 2010, que os créditos estarão a disposição dos contribuintes e são referentes ao exercício de 2010 (ano-base 2009) residuais de 2009 (ano-base 2008) e de 2008 (ano-base 2007). Os depósitos são referentes ao exercício de 2010, residual do exercício de 2009, e residual do exercício de 2008; segundo a Receita Federal, estão contemplados nesse último lote de restituição os contribuintes idosos que não têm pendências nas declarações.
Os valores estarão disponíveis no Banco do Brasil (BB). O contribuinte poderá ir a qualquer agência do banco ou ligar para a Central de Atendimento BB – 4004-0001 (capitais – clientes do Banco do Brasil), 0800-729-0001 (demais localidades - clientes do Banco do Brasil), 0800-729-0722 (capitais e demais localidades – clientes e não clientes do Banco do Brasil) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos) – para agendar o crédito em conta-corrente ou de poupança em seu nome, em qualquer instituição financeira. A restituição ficará disponível no banco durante um ano.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

SECRETÁRIO GERAL REALIZA CAPACITAÇÃO MUNICIPAL


O Secretário Geral da Terceira Idade, Rev. Pinho Borges, presidente do Conselho Estadual dos Direitos do Idoso de Pernambuco, realizou junto com o Ministério Público de Pernambuco e o INSS capacitação para Conselhos Municipais de Idosos na cidade de Afogados da Ingazeira, sertão de Moxotó, 386 km da capital, nos dias 10 e 11 de novembro.                        Participaram do evento os municípios Carnaiba, Itapetim,  Tuperatama, São José do Egito,  Sertânia, Quixaba, Iguaraci, Solidão,  Brejinho, Ingazeira,Santa Terezinha, Afogados da Ingazeira e Tacaratu.


quinta-feira, 4 de novembro de 2010

SECRETÁRIA DA TERCEIRA IDADE CELEBRA 70 ANOS

A Secretária da Terceira Idade da Confederação Sinodal  de SAFs do Sínodo Sesquicentenário, Ruth Silva, celebrou com um Culto de Ação de Graças, no dia 30 de outubro, a chegada aos 70 anos de vida e em plena atividade no trabalho do Senhor.
O Culto aconteceu na Igreja Presbiteriana de Largo da Paz , em Recife. 
Parabéns Ruth e continue atuante no trabalho da SAF, da Federação e Confederação.

SENADO PODE VOTAR PROJETOS : CASA PARA IDOSOS

O Senado Federal votar dois projetos de lei que vão alteram o Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03). Um o PLC 150/08, reserva aos idosos pelo menos 3% das residências em programas habitacionais públicos ou subsidiados com recursos públicos. O outro o PLC 156/08, que determina a construção de casas de pavimento térreo para os idosos cadastrados nesses programas. Ambos estão na pauta da sessão deliberativa do Plenário de quarta-feira (6/10), que começa às 14h. O Art. 38, do Estatuto do Idoso estabelece que nos programas habitacionais públicos ou subsidiados com recursos públicos o idoso tem prioridade na aquisição de imóvel para moradia própria, observados os seguintes critérios: reserva de 3% das unidades residenciais para atendimento aos idosos; implantação de equipamentos urbanos comunitários voltados ao idoso; eliminação de barreiras arquitetônicas e urbanísticas para garantir a acessibilidade ao idoso; e critérios de financiamento compatíveis com os rendimentos de aposentadoria e pensão. O PLC 156/08 acrescenta a essa legislação um parágrafo único estabelecendo que as unidades residenciais reservadas para atendimento a idosos devem situar-se, preferencialmente, no pavimento térreo. A matéria, de autoria do deputado Tarcísio Zimmermann, recebeu parecer favorável da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) e da Comissão de Assuntos Sociais (CAS).
O PLC 150/08, do deputado Vanderley Macris, adiciona a expressão "pelo menos 3%" nessa reserva de unidades. Ele é mais polêmico e recebeu dois pareceres diferentes em comissões do Senado, um a favor e outro contrário à proposta. Originalmente, o deputado estabelecia 5% das moradias para os idosos, mas houve modificação na própria Câmara, que baixou esse percentual para 3%, transformando-o em patamar mínimo. Pelo Estatuto do Idoso, o percentual fixado é de 3%, mas a introdução da expressão "pelo menos" no PLC 150/08 abre a possibilidade de elevar-se essa quantidade, argumenta o autor.
Helena Daltro Pontual / Agência Senado
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

terça-feira, 2 de novembro de 2010

IDOSOS OU VELHOS ?

Você se considera uma pessoa idosa, ou velha? Acha que é a mesma coisa? Pois então ouça o depoimento de um idoso de setenta anos:
- Idosa é uma pessoa que tem muita idade. Velha é a pessoa que perdeu a jovialidade.  A idade causa degenerescência das células. A velhice causa a degenerescência do espírito. Por isso nem todo idoso é velho e há velho que ainda nem chegou a ser idoso.
Você é idoso quando sonha. É velho quando apenas dorme.
Você é idoso quando ainda aprende. É velho quando já nem ensina.
Você é idoso quando pratica esportes, ou de alguma outra forma se exercita. É velho quando apenas descansa.
Você é idoso quando ainda sente amor. É velho quando só tem ciúmes e sentimento de posse. Você é idoso quando o dia de hoje é o primeiro do resto de sua vida. É velho quando todos os dias parecem o último da longa jornada.
Você é idoso quando seu calendário tem amanhãs. É velho quando seu calendário só tem ontens.
O idoso é aquela pessoa que tem tido a felicidade de viver uma longa vida produtiva, de ter adquirido uma grande experiência.
Ele é uma ponte entre o passado e o presente, como o jovem é uma ponte entre o presente e o futuro. E é no presente que os dois se encontram.
Velho é aquele que tem carregado o peso dos anos, que em vez de transmitir experiência às gerações vindouras, transmite pessimismo e desilusão. Para ele, não existe ponte entre o passado e o presente, existe um fosso que o separa do presente pelo apego ao passado.
O idoso se renova a cada dia que começa; o velho se acaba a cada noite que termina.
O idoso tem seus olhos postos no horizonte de onde o sol desponta e a esperança se ilumina. O velho tem sua miopia voltada para os tempos que passaram.
O idoso tem planos. O velho tem saudades.
O idoso curte o que resta da vida. O velho sofre o que o aproxima da morte.
O idoso se moderniza, dialoga com a juventude, procura compreender os novos tempos. O velho se emperra no seu tempo, se fecha em sua ostra e recusa a modernidade.
O idoso leva uma vida ativa, plena de projetos e de esperanças. Para ele o tempo passa rápido, mas a velhice nunca chega. O velho cochila no vazio de sua vida e suas horas se arrastam destituídas de sentido.
As rugas do idoso são bonitas porque foram marcadas pelo sorriso. As rugas do velho são feias porque foram vincadas pela amargura.
Em resumo, idoso e velho, são duas pessoas que até podem ter a mesma idade no cartório, mas têm idade bem diferente no coração.
A vida, com suas fases de infância, juventude, madureza, é uma experiência constante.
Cada fase tem seu encanto, sua doçura, suas descobertas.
Sábio é aquele que desfruta de cada uma das fases em plenitude, extraindo dela o melhor. Somente assim, na soma das experiências e oportunidades, ao final dos seus anos guardará a jovialidade de um homem sábio.
Se você é idoso, guarde a esperança de nunca ficar velho.
Autor desconhecido.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

PROJETO ABRE AS PORTAS DOS CONCURSOS PÚBLICOS PARA IDOSOS.

A Rádio Senado divulgou nesta sexta-feira (29.10) uma notícia alvissareira para o segmento do idoso no Brasil. Segundo a rádio, logo após as eleições 2010, o Senado votará o projeto do senador Antônio Carlos Valadares, do PSB de Sergipe, que estabelece a reserva de 5% vagas nos concursos públicos para as pessoas idosas. A proposta está na pauta da Comissão de Constituição e Justiça do Senado.
A proposta tira do papel (Estatuto do Idoso) e vai colocar em prática a proibição que se estabeleça limite máximo de idade para entrada nos serviços públicos, com exceção para militares. Para o senador Antônio Carlos Valadares os idosos por sua experiência profissional e de vida poderão contribuir no novo emprego e ressaltou que em 2020, cerca de 13% da população brasileira será de pessoas idosas, aproximadamente 30 milhões de habitantes e que em 2050, o país será de pessoas idosas.
A senadora Marisa Serrano, do PSDB de Mato Grosso do Sul, advoga que o Congresso Nacional deve analisar os projetos que beneficiem o idoso e criar mecanismo para que no futuro as pessoas idosas sofram menos. O projeto foi analisado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa e, se for aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça, será encaminhado imediatamente para a Câmara dos Deputados.
Agora é só acompanhar a tramitação e torcer pela aprovação total. Certamente será uma grande conquista para o segmento da pessoa idosa.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Conselho Nacional dos Direitos do Idoso é empossado

Seguir com maturidade foi o que desejou o ministro Paulo Vannuchi, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), aos conselheiros do Conselho Nacional dos Direitos do Idoso (CNDI), gestão 2010-2012, na cerimônia de posse realizada na manhã de hoje (28.10), na sede da SDH, em Brasília (DF).
Segundo Vannuchi, é preciso garantir o exercício da cidadania diariamente. “Unir governo e sociedade civil nas discussões de políticas públicas que valorizem o direito é um grande avanço. Ao CNDI, desejo serenidade e perseverança, para que nos próximos dois anos novos avanços sejam alcançados”, afirmou Vannuchi.
“Precisamos avançar na fiscalização e no fortalecimento da rede de enfrentamento à violência contra o idoso, além de garantir a acessibilidade e inclusão”, ressaltou a conselheira Sandra Mallet, do Centro Interdisciplinar de Assistência e Pesquisa em Envelhecimento (Civil).
A cerimônia teve ainda a participação do presidente do CNDIda gestão 2008-2010, José Luiz Telles; representando a Associação Nacional dos Defensores Públicos, André Castro; da Secretaria Geral da Presidência da República, Dirvany Gonçalves; do Ministério do Desenvolvimento e Combate à Fome, Maria Luiza Amaral, entre outros.
O Conselho Nacional dos Direitos do Idoso (CNDI) é um órgão superior de natureza e deliberação colegiada, permanente, paritário e deliberativo, integrante da estrutura regimental da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República – SDH/PR.
O CNDI tem por finalidade elaborar as diretrizes para a formulação e implementação da Política Nacional do Idoso, observadas as linhas de ação e as diretrizes conforme dispõe a Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003 (Estatuto do Idoso), bem como acompanhar e avaliar a sua execução

O idoso e a vida de oração

O idoso e a vida de oração

AS POSTAGENS MAIS VISITADAS