segunda-feira, 20 de agosto de 2012

IPB BARRO RECEBE VISITA DA SGTTI

Domingo: 19 de Agosto -  Nesto domingo o Secretário Geral visitou a Igreja Presbiteriana do Barro em Recife que é pastoreada pelo Rev. José Roberto da Rocha.
Na ocasião o Rev. Pinho Borges ministrou a palavra à igreja e aproveitou para divulgar o Trabalho da Secretaria da Terceira Idade da IPB.

Aos final do culto foram distribuídos exemplares do Estatuto do Idoso as pessoas interessadas.

13º: Contracheques de agosto já estão disponíveis no site da Previdência Social


Holerite traz valor da antecipação de metade do abono natalino.
Os contracheques do mês de agosto já estão disponíveis para consulta no site da Previdência Social. Para o segurado saber quanto irá receber da primeira parcela do 13º, basta acessar a Agência Eletrônica do Segurado e clicar na opção extrato de pagamento de benefício. Lá, ele terá que preencher o número do benefício, data de nascimento, nome do beneficiário, CPF é o código emitido para consulta no canto direito da tela.
O decreto que adiantou a metade do 13º de aposentados, pensionistas e demais segurados foi publicado no Diário Oficial da União no dia 8 de agosto. A parcela virá já com a folha de agosto, que será paga entre os dias 27 de agosto e 10 de setembro próximos. Serão contemplados com a antecipação 25.617.695 benefícios em todo o Brasil.
A primeira parcela do abono, de 50% do valor do 13º, representa uma injeção extra na economia de R$ 11.220.909.461,78 nos meses de agosto e setembro, além dos cerca de R$ 23.810.835.028,81 bilhões do benefício mensal. Não haverá desconto de Imposto de Renda (IR) nesta primeira parcela. De acordo com a legislação, o IR sobre o 13º só é cobrado em novembro e dezembro, quando será paga a segunda parcela da gratificação natalina.
Extraído de: Ministério da Previdência Social

Justiça defere ação do MPPB e proíbe Bradesco de efetuar descontos de benefício de idoso

João Pessoa - PB. A Justiça da Paraíba, por meio da 2ª Vara Cível da Capital, suspendeu os descontos das parcelas oriundas de empréstimos, considerados fraudulentos, operados pelo banco Bradesco para um idoso. A medida atendeu à ação civil pública com antecipação de tutela impetrada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), em defesa de José Antônio dos Santos. A pena estipulada é uma multa de R$ 10 mil por cada mês em que persistir o desconto.

Do valor de R$ 545, Benefício de Atenção Continuada, estavam sendo descontadas uma parcela do crédito pessoal de R$ 159,66 e outra de R$ 211,93. Assim, o idoso ficava com apenas R$ 173, 41, quantia insuficiente para a sobrevivência dele e da família e para a aquisição de medicamentos.

Extraído de: Ministério Público do Estado da Paraíba

Operadora de plano de saúde obrigada a internar idoso

Operadora de plano de saúde obrigada a internar idoso

AS POSTAGENS MAIS VISITADAS