sábado, 10 de março de 2012

WORKSHOP: IGREJA PRESBITERIANA DE CASA CAIADA - OLINDA/PE


A programação do Workshop: Envelhecimento Consciente teve início na sexta-feira (09/03) às 18h30min com o cadastramento dos participantes e as 19h após o Coffee break, o Rev. Pinho Borges, Secretário Geral da Terceira Idade da IPB, proferiu a palestra magna: Construindo a Rede Presbiteriana de Apoio à Pessoa Idosa (REPAPI).
Participantes do Workshop
Participaram do evento irmãos das Igrejas Presbiterianas de Casa Caiada, Rio Doce, Sitio Fragoso; das Igrejas Batistas de Rio Doce, Jardim São Paulo e Bongi; e das Igrejas Biblica Cristã de Pau Amarelo, Família Cristã, Católica de Pau Amarelo, além de alunas do Curso de Cuidador de Idoso da Prefeitura Municipal do Recife.

No sábado (10/03) As atividades começaram com a Oficina Prática: Antropometria e orientação nutricional com a equipe de saúde da Prefeitura da Cidade de Olinda.


1ª Oficina: Idosos sim; Velhos não, foi ministrada pelo Rev. Pinho Borges. A 2ª Oficina: Prevenção de Quedas, foi ministrada pela terapeuta ocupacional Cassandra Munique, professora do curso de cuidadores de Idosos da Prefeitura Municipal do Recife. 
Oficina 01 - Rev. Pinho Borges
Oficina 02 - Cassandra Munique

Às 12h00min a programação foi suspensa para o almoço que foi serviço nas dependências do templo.
Cintia Bastos
Às 13h30min, A terapeuta ocupacional Cintia Bastos, coordenadora do evento ministra a Dinâmica de Retorno, dividiu os participantes em seis grupos com o objetivo de avaliar o evento. 



No horário da tarde aconteceu duas oficinas.

Oficina 03 - Bel. Reginaldo Alves
Oficina 04 - Rev. Pinho Borges
Oficina: Estatuto e a Violência foi ministrada pelo Bacharel em Direito, Reginaldo Alves. As 15h30min, após o Coffee break, o Secretário Geral ministrou a 4ª Oficina: Envelhecimento Feliz. As atividades do sábado foram encerradas com a apresentação de um vídeo sobre o GAMI (Grupo de Atividades para a Melhor Idade) da igreja hospedeira.



A última oficina do Workshop aconteceu no domingo(11) durante o culto matinal quando foi ministrada a oficina Envelhecimento: Diga não aos mitos e preconceitos, ministrada pelo Rev. Pinho Borges. No horário da Escola dominical o grupo que participou do evento pode avaliar o Workshop. Todos os participantes receberam exemplar do Estatuto do Idoso, a Cartilha REPAPI e Certificado de Participação.


Perfil dos participantes
IDADE - 47% tinha entre 20/30 anos; 31% entre 40/50 anos; 31% entre 60/79 anos e 8%, entre 80/99.
GÊNERO - Masculino  7,8%. Feminino  92,2%
ESCOLARIDADESuperior: 31,5% , Ensino Médio: 42,2%, Ensino Fundamental: 26,3
INCLUSÃO DIGITAL - 53%


ALGUMAS OPINIÕES SOBRE O EVENTO
" O bom seria que cada igreja tivesse um trabalho assim. Para mim foi muito proveitoso".
" Poderia ser mais divulgado esse evento mas aprendi muita coisa com esse workshop, e gostei muito porque aumentou os meus conhecimento na área que estou fazendo o curso de cuidador".
"Foi muito produtivo espero que façamos todos os anos".
"Sugiro que pessoas que trabalham com os idosos procurem ter maior contato com os pastores, ou incentivem o seu pastor local para divulgarem mais este ministério".
"Particularmente eu amei, foi muito proveitoso o trabalho que esta igreja faz, é muito importante, que Deus continue vós abençoado".
"precisamos mais e mais de eventos assim".
" Sugiro que estes eventos aconteçam sempre, isto é muito proveitoso para a pessoa idosa que sente-se marginalizada. Ameio o encontro, aprendi muito e vou fazer valer meus direitos".
" Sugiro que este trabalho seja feito em todas as Igrejas Presbiterianas, quero agradecer ao Pastor Pinho Borges pelo excelente trabalho".
"Novos encontros precisamos sermos mais valorizados".


Finalizando agradecemos ao Rev. Sergio Lira pastor efetivo da igreja hospedeira, a Cinta Bastos, fisioterapeuta, que coordenou o evento. 

CONSELHO DO SÁBIO: NÃO FIQUE PARADO

Prov.6,11. “Assim sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade, como um homem armado”.

Nos dia de hoje as coisas no mundo acontecem numa velocidade extraordinária, principalmente no mundo da Internet. Quando eu era menino costumava nos reunir na noite da quarta-feira, em Recife, para assistir o vídeo-tape do jogo de futebol que tinha acontecido, em São Paulo, domingo, pois não existia transmissão em tempo real.
No mundo virtual há um site de busca, chamado de “Google”, que faturou em 2005 aproximadamente seis bilhões de dólares em menos de 10 de existência; são vários prêmios da Mega Sena juntos.
Num planeta que globaliza a cada segundo, não dá para ficar parado. O tempo está fluindo numa velocidade meteórica provocando atitudes velozes deixando para traz aqueles que vivem esperando a chegado do fogo de Prometeu.
Na época do trem bala não tem mais sentido a “Maria Fumaça”. Temos E-mail porque mandar carta pelo mensageiro? Hoje ao clicar um botão, o mundo está em nossas mãos.
O conselho do sábio hoje tem um propósito despertar as pessoas que pararam na vida e “esperam o Senhor”, a se integrarem na caravana dos vencedores.
A pobreza e a necessidade não deve ser característica do cristão. A humildade e simplicidade, sim; jamais, e conformado.
Há pessoas que pensam que o trabalho é consequência do pecado; não é isto que a Bíblia ensina. O trabalho é um dom divino, entregue ao homem antes do pecado, por isso é uma bênção divina.
Uma vida ociosa não teria sentido.
Após o pecado o trabalho se constituiu num um instrumento pedagógico e terapêutico, e continua sendo o mais eficaz instrumento de restauração.
Em qualquer momento faça do trabalho um ato de serviço que satisfaz.
Quem se entrega a uma vida inativa, mais cedo ou mais tarde, perceberá que a “pobreza” como um ladrão roubará sua vida. Chega de forma sorrateira, lenta.
Transforme todos os dias da vida em dias de realizações.
O mundo gira.
Se você não o acompanhar, com certeza ficará para trás.
Sonhe e coloque os seus planos e projetos nas mãos dAquele que que faz o mundo veloz; não aceite ficar parado.
Conselho do sábio: não fique parado, porque se assim fizer “sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade, como um homem armado”.

Pessoa com deficiência será considerada idosa aos 50 anos

Pessoa com deficiência será considerada idosa aos 50 anos

AS POSTAGENS MAIS VISITADAS