terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

ACAMPADENTRO DA TERCEIRA IDADE

Belo Horizonte - A Igreja Presbiteriana Itatiaia em Belo Horizonte realizou um Acampadentro com nossa Terceira Idade da Igreja nos dias 16 e 17 de fevereiro. 
Segundo Aneide Paiva coordenadora do evento "Foi uma experiencia fantástica tanto para nós organizadores como para os idosos. Tivemos dois depoimentos que nos marcaram. O primeiro de uma idosa recém convertida: "Não quero mais dormir em casa e sim na igreja". O segundo de um idoso presbítero em disponibilidade: "Cheguei na terceira idade e fui jogado no lixo, mas agora que faço parte desse grupo, estou no luxo".

A decoração do salão foi baseada numa casa da roça, uma realidade de onde todos vieram e agora puderam reviver. 
A seresta aconteceu à luz de lampiões. Os idosos impossibilitados de dormir num colchão, providenciamos camas para estes.
O encerramento foi em Escola Dominical, classe única, com o Rev. Afonso Celso que abordou o tema: "O idoso e a família".
Graças a Deus foi uma oportunidade de comunhão e certamente todos nós fomos abençoados.
Mais uma vez muito obrigada!"
A Secretária da Terceira parabeniza a iniciativa e motiva as Igrejas Presbiterianas a desenvolverem trabalhos com as pessoas idosas.

Defensoria Pública atua em caso de abandono de idoso

MANAUS - Na última sexta-feira (22), O Núcleo de Atendimento Especializado ao Idoso, localizado na Delegacia Especializada de Crimes contra o Idoso, na Rua do Comércio, bairro Parque Dez, Zona Centro-Sul de Manaus, recebeu um ofício da 55ª Promotoria de Justiça Especializada na Proteção e Defesa dos Direitos Constitucionais do Cidadão, informando uma possível negligência dos filhos em relação ao pai idoso.

Segundo o defensor público Vitor Kikuda, titular no Núcleo, houve uma tentativa preliminar de contato com a família. Como não conseguimos falar com os filhos, entendemos pela necessidade de uma visita juntamente com a equipe do Centro Integrado de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa no local onde reside esse idoso, explicou o Kikuda.
Quando chegou à residência, o defensor público se deparou com o idoso D. C. M. sozinho, confuso, com aparência de desidratação e morando em condições inadequadas de higiene. Com a ajuda de vizinhos a defensoria conseguiu contato com uma das filhas, que informou não residir com o pai.
Para fazer o atendimento emergencial ao idoso, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada. O caso está sendo acompanhado pela Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) junto à Delegacia do Idoso.

Violência e Abandono - Nenhum idoso poderá ser objeto de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão. Famílias que abandonem o idoso em hospitais e casas de saúde, sem dar respaldo para suas necessidades básicas, podem ser condenadas a penas de seis meses a três anos de detenção e multa.
Para os casos de idosos submetidos a condições desumanas, privados da alimentação e de cuidados indispensáveis, a pena para os responsáveis é de dois meses a um ano de prisão, além de multa. Se houver a morte do idoso, a punição será de 4 a 12 anos de reclusão.

Direitos da Pessoa Idosa - Os direitos dos idosos são assegurados pela Constituição Federal e uma Lei Federal própria chamada de Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003). Existem ainda leis estaduais e municipais que tratam do direito dos idosos.

Já o trabalho da Defensoria Pública consiste em ajudar a família no sentido de construir uma solução jurídica onde todos os filhos, na medida de suas possibilidades, possam dar auxílio material e moral aos pais idosos quando esses necessitaram.

Serviço - O Núcleo de Atendimento Especializado ao Idoso funciona de segunda a sexta-feira, de 8 às 14 horas, na Rua do Comércio, bairro Parque Dez, dentro da Delegacia do Idoso. Fone: (92) 3214-5800/ 3878-0200.

Seminário discutirá alimentação saudável para idosos

BRASÍLIA - A  Frente Parlamentar em Apoio ao Idoso promoverá nesta quarta-feira (27) seminário para debater a adoção de políticas públicas que incentivem a alimentação saudável das pessoas com mais de 60 anos.

O coordenador da frente, deputado Vitor Paulo, alerta que o aumento da população idosa no Brasil torna a saúde desse público um importante foco de atenção, uma vez que, à medida que a pessoa envelhece, maiores são as chances de desenvolver uma doença crônica.
Dados divulgados em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que quase a metade dos idosos (48,9%) do País sofre de mais de uma doença crônica, como diabetes, problemas cardiovasculares e câncer. 
No subgrupo com 75 anos ou mais, a taxa é de 54%. 
Entre as doenças, a hipertensão é a que mais aparece (50%) em idosos, seguida de dores na coluna (35,1%) e artrite ou reumatismo (24,2%).
O seminário será realizado no auditório Freitas Nobre (anexo 4 da Câmara), a partir das 15 horas.
Extraído da Agência Câmara de Notícias

Encontro da Pessoa Idosa em Jaguaribe.

Encontro da Pessoa Idosa em Jaguaribe.

AS POSTAGENS MAIS VISITADAS