segunda-feira, 31 de outubro de 2011

III ENCONTRÃO DA TERCEIRA IDADE DO PRESBITÉRIO DE PERNAMBUCO

LOCAL DO ENCONTÃO - Gravatá é um município brasileiro do Estado de Pernambuco. Está situado em uma altitude de 447 metros, localiza-se a 80 km da capital Recife. Sua população estimada em 2010 era de 84.669 habitantes. É uma cidade turística por conta de seu clima de montanhas.
PERÍODO - 28 a 30 de outubro.

PARTICIPANTES
Participaram do Encontrão 93 pessoas de diversas igrejas do Presbitério de Pernambuco.
A programação do Encontrão começou na manha da sexta feira(28) com a saída de  dois ônibus da Igreja Presbiteriana da Madalena. O Encontrão é uma realização da Secretaria da Terceira Idade do Presbitério que tem como secretária a prof. Raquel Teodósio(6).
No horário da manhã o grupo fez passeio turístico na cidade de Gravatá e depois foi hospedado no Hotel Casa Grande.
Temática do Encontrão: A Reforma.
Lema: Reformar Sempre
Hino Oficial: Castelo Forte.
No período da tarde foi exibido o filme: Lutero.
PRELETORES

O objetivo do Encontrão foi comemorar a passagem de mais um ano da Reforma Protestante e estudar sobre os reformadores, oferecendo aos presentes a oportunidade de uma reflexão individual e em grupo na expectativa de mudanças nas vidas das pessoas através das palestras.
Os Reformadores - Rev. Edjece Martins(1)
Reformando a minha vida espiritual - Rev. Edilson Olive(2)
Reforma da III Idade - Rev. Pinho Borges(3)
Reformando minha vida em família - Rev. Nizan Baia(4).
Reformando minha vida nos meus relacionamentos - Rev. Valdênio Pessoa (5).
Reformar sempre - Rev. Pinho Borges(3).


MOMENTOS SOCIAIS

Durante o Encontrão aconteceu algumas atividades de recreação como  Quebra balão, Jornal falado e apresentação de jogral pelas equipes com farta distribuição de brindes.

DIVERSOS MOMENTOS
O Encontão foi encerrado ao meio dia do domingo(30) com o almoço e o retorno a cidade do Recife com a promessa que no próximo ano tem mais. Vale salientar que a Prof Raquel Teodósio foi eleita pelo Sínodo de Pernambuco para a Secretaria Sindol da Terceira Idade.
Parabéns Raquel, que o Senhor continue te abençoado.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

SECRETARIO GERAL PARTICIPA DE EVENTO EM SAIRÉ-PE

O Rev. Pinho Borges, realizou palestra nesta quarta (26) no município de Sairé, em Pernambuco que fica no agreste pernambucano a 141 Km do Recife.
O Evento foi coordenado pela Secretária de Ação Social e Cidadania do município para comemorar o Dia do Idoso e o lançamento do livro "Idoso: autor da sua própria História".
O Sgtti que é membro do Conselho Estadual dos Direitos do Idoso de Pernambuco, destacou na ocasião a necessidade da participação popular das pessoas idosas nas politicas publicas a fim de se começar a construir uma história de cidadania, direito e respeito na sociedade não só no município de Sairé, assim como no Estado e na Nação.
O Evento teve a coordenação da Sra. Eleniza Ferreira (Sec de Ação Social e Cidadania) e foi aberto pela Sra. Aliete (Coordenadora do Grupo de Idoso) seguida da fala das autoridades municipais; Lançamento do livro, palestra sobre cidadania, apresentação da Banda de Música do Batalhão da PM, Parabéns.


Comissão da Lei Geral da Copa ouve representantes de estudantes e idosos

A comissão especial responsável pela análise do projeto da Lei Geral da Copa do Mundo de 2014 (PL 2330/11 , do Executivo), ouve hoje o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Daniel Iliescu; e representantes do Departamento de Proteção de Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça e do Conselho Nacional dos Idosos.
O projeto provocou polêmica por desagradar à Federação Internacional de Futebol (Fifa) em diversos aspectos, que vêm sendo negociados com o Ministério do Esporte. Um dos pontos em discussão é a meia-entrada para estudantes e idosos. A Fifa se opõe à medida, em razão da queda de arrecadação. Representantes do órgão internacional de futebol já admitem o desconto para idosos, mas não concordam com o benefício para estudantes.

Denúncias de crimes contra idosos crescem 63% em setembro

A ampla divulgação da III Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, realizada em agosto, ajudou a aumentar em 63% o número de denúncias recebidas pelo Disque Direitos Humanos (0800 031 11 19), no comparativo entre setembro e agosto de 2011. Segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), foram 77 ligações, ante 47. A avaliação é do responsável pela Coordenadoria Especial de Políticas para o Idoso e presidente do Conselho Estadual do Idoso (Cepdi), Felipe Willer. A mobilização das conferências municipais (foram cerca de 300 encontros) sensibiliza a população no que se refere ao envelhecimento digno e isso reflete no número de denúncias recebidas pelo Disque Direitos Humanos, analisa.
Ainda de acordo com a Sedese, maus-tratos familiares e abandono material foram os crimes mais denunciados neste ano, com 392 e 166 ligações, respectivamente. Os crimes contra idosos estão entre os denunciados por meio do serviço, ficando atrás apenas das violações cometidas contra crianças e adolescentes, que neste ano já registrou 1.571 ligações.

O Disque Direitos Humanos, criado em 2000, presta atendimento telefônico e monitora denúncias de violação dos direitos humanos. Os relatos recebidos são encaminhados para os conselhos e delegacias especializadas. Em alguns casos, dependendo da gravidade e urgência, até mesmo a Polícia Militar pode ser acionada. (Agência Minas)

MPRS fará consulta pública sobre proteção dos idosos

MP fará consulta pública sobre proteção dos idosos Consulta pública ocorre na internet entre 1º e 10 de novembro Na próxima segunda-feira, 31, o Ministério Público realiza uma audiência sobre objetivo constante do seu mapa estratégico denominado "Fortalecer a rede de proteção da pessoa idosa", a partir das 9h no auditório do Palácio do MP, na Praça Marechal Deodoro, nº 110, 3º andar. Participarão representantes de Conselhos de Idosos de diversos municípios gaúchos, prefeituras, associações civis, faculdades, conselhos regionais profissionais, bem como proprietários ou gerentes de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI), conhecidas como casas geriátricas.
A audiência é parte de consulta pública que tem a intenção de coletar sugestões para futuros projetos do Ministério Público no fortalecimento da rede de proteção aos idosos. A partir do dia 1º de novembro a consulta pública estará disponível na Internet e a população poderá contribuir com suas propostas. No formulário, deverão ser preenchidos dados pessoais, bem como de que tipo de violações aos direitos dos idosos trata-se a sugestão, bem como a proposta em si. A consulta pública estará no site www.mp.rs.gov.br até o dia 10 de novembro.
Extraído de: Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

IGREJA PRESBITERIANA DE SUCUPIRA: DIA DO IDOSO

O Secretário Geral do Trabalho da terceira Idade participou das comemorações pela passagem do Dia Idoso promovido pela SAF da Igreja Presbiteriana de Sucupira nos dias 23 e 24 de outubro.
Sucupira é um bairro do município de Jaboatão dos Guararapes em Pernambuco. A igreja é pastoreada pelo Rev. Leonardo Vilela.
O Evento começou no domingo, dia 23 e se estendeu até a segunda feira, dia 24 com atividades nos horários da manhã e tarde.
No Domingo, pela manhã no horário da Escola dominical, o Sggti, ministrou em classe única na Escola Dominical a Oficina: A  necessidade de conscientização dos direitos e deveres da pessoa idosa. Após a oficina após responder algumas perguntas sobre cidadania foram distribuídos exemplares do Estatuto do Idoso.

Na segunda feira dia 24, o evento teve início às 9 horas.
Na proporção que as pessoas idosas iam chegando era coletado de dados pessoais. Em seguida mediam o Índice de Massa Corpórea-IMC, fazia o Teste de Glicose, mediam a Pressão Arterial e se dirigiam para comer um lanche a base de frutas especialmente preparado para os participantes.


O evento contou com uma equipe de profissionais da área de saúde do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), da Secretária de Saúde do Município.
A primeira oficina foi ministrada pela fisioterapeuta
Luciana Mergulhão orientou sobre os cuidados com o corpo e com prevenir e cuidar da diabete.
A segunda oficina ficou sobre a responsabilidade da psicóloga Vânia Marta que tratou de levantar a autoestima no período do envelhecimento

A terceira  oficina fez abordagem sobre os cuidados com a boca e foi ministrada pela Dra. Luiza Cadete que trabalhou a necessidade de cuidados simples, mas que são de grande valia para a higiene da boca. No encerramento da oficina foram distribuídas escovas de dente e creme dental.
A quarta oficina que tratou dos Direitos da Pessoa Idosa foi ministrada pelo Rev. Pinho Borges, Sgtti. Vale salientar que todos os participantes receberam um exemplar do Estatuto do Idoso que traz em seu bojo uma mensagem evangelista.

No horário das 12 às 14 horas houve atendimentos nas oficinas práticas.

No horário da tarde os trabalhos teve início as 14 horas com a Oficina sobre a Saúde do coração, ministrada pela agente de saúde Márcia Leite; em a Terapeuta ocupacional Simone Guimarães ministrou palestra sobre viver com qualidade.

O Sgtti ministrou a palestra Envelhecimento: Diga não aos mitos e preconceitos, seguindo da palavra da Educadora Física Adriana Landi que após sua palavra realizou uma dinâmica com o grupo.

O evento proporcionou aos presentes várias oficinas práticas
como teste de glicose e medição da pressão arterial.


Lavagem, corte e escova em cabelo e medição da massa corporéa

Momentos diversos

 A Secretaria Geral do Trabalho da Terceira Idade parabeniza a iniciativa da Igreja Presbiteriana de Sucupira em comemorar o Dia do Idoso em alto estilo. Destacamos que essa ação foi totalmente dirigida para a população residente nos bairros que circunvizinham a igreja.

sábado, 22 de outubro de 2011

DESABAFO

"Na fila do supermercado o caixa diz uma senhora idosa que deveria trazer suas próprias sacolas para as compras, uma vez que sacos de plástico não eram amigáveis ao meio ambiente. A senhora pediu desculpas e disse: “Não havia essa onda verde no meu tempo.”
O empregado respondeu: "Esse é exatamente o nosso problema hoje, minha senhora. Sua geração não se preocupou o suficiente com  nosso meio ambiente. "
"Você está certo", responde a velha senhora, nossa geração não se preocupou adequadamente com o meio ambiente.
Naquela época, as garrafas de leite, garrafas de refrigerante e cerveja eram devolvidos à loja. A loja mandava de volta para a fábrica, onde eram lavadas e esterilizadas antes de cada reuso, e eles, os fabricantes de bebidas, usavam as garrafas, umas tantas outras vezes.
Realmente não nos preocupamos com o meio ambiente no nosso tempo. Subíamos as escadas, porque não havia escadas rolantes nas lojas e nos escritórios. Caminhamos até o comércio, ao invés de usar o nosso carro de 300 cavalos de potência a cada vez que precisamos ir a dois quarteirões.
Mas você está certo. Nós não nos preocupávamos com o meio ambiente. Até então, as fraldas de bebês eram lavadas, porque não havia fraldas descartáveis. Roupas secas: a secagem era feita por nós mesmos, não nestas máquinas bamboleantes de 220 volts. A energia solar e eólica é que realmente secavam nossas roupas. Os meninos pequenos usavam as roupas que tinham sido de seus irmãos mais velhos, e não roupas sempre novas.
Mas é verdade: não havia preocupação com o meio ambiente, naqueles dias. Naquela época só tínhamos somente uma TV ou rádio em casa, e não uma TV em cada quarto. E a TV tinha uma tela do tamanho de um lenço, não um telão do tamanho de um estádio; que depois será descartado como?
Na cozinha, tínhamos que bater tudo com as mãos porque não havia máquinas elétricas, que fazem tudo por nós. Quando embalávamos algo um pouco frágil para o correio, usamos jornal amassado para protegê-lo, não plastico bolha ou pellets de plástico que duram cinco séculos para começar a degradar.
Naqueles tempos não se usava um motor a gasolina apenas para cortar a grama, era utilizado um cortador de grama que exigia músculos. O exercício era extraordinário, e não precisava ir a uma academia e usar esteiras que também funcionam a eletricidade.
Mas você tem razão: não havia naquela época preocupação com o meio ambiente. Bebíamos diretamente da fonte, quando estávamos com sede, em vez de usar copos plásticos e garrafas pet que agora lotam os oceanos. Canetas: recarregávamos com tinta umas tantas vezes ao invés de comprar uma outra. Abandonamos as navalhas, ao invés de jogar fora todos os aparelhos 'descartáveis' e poluentes só porque a lámina ficou sem corte.
Na verdade, tivemos uma onda verde naquela época. Naqueles dias, as pessoas tomavam o bonde ou de ônibus e os meninos iam em suas bicicletas ou a pé para a escola, ao invés de usar a mãe como um serviço de táxi 24 horas. Tínhamos só  uma tomada em cada quarto, e não um quadro de tomadas em cada parede para alimentar uma dúzia de aparelhos. E nós não precisávamos de um GPS para receber sinais de satélites a milhas de distância no espaço, só para encontrar a pizzaria mais próxima.
Então, não é risível que a atual geração fale tanto em meio ambiente, mas não quer abrir mão de nada e não pensa em viver um pouco como na minha época?
(Agora que voce já leu o desabafo, envie para os seus amigos de qualquer idade .)

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

IGREJA PRESBITERIANA DE SUCUPIRA

No próximo domingo (23) o Secretário Geral do Trabalho da Terceira Idade, Rev. Pinho Borges, ministrará Oficina sobre Envelhecimento Consciente na Escola Dominical da Igreja Presbiteriana de Sucupira localizada na Avenida Manoel Rabelo 5657, o bairro de Sucupira no município de Jaboatão dos Guararapes em Pernambuco.

PARA REFLETIR


Esta mensagem escrita por Regina Brett, com apenas 90 anos de idade, que assina uma coluna no The Plain Dealer, Cleveland, Ohio.
"Para celebrar o meu envelhecimento, certo dia eu escrevi as 45 lições que a vida me ensinou.É a coluna mais solicitada que eu já escrevi."  “Meu hodômetro passou dos 90 em agosto, portanto aqui vai a coluna mais uma vez:

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.
2. Quando estiver em dúvida, dê somente o próximo passo, pequeno .
3. A vida é muito curta para desperdiçá-la odiando alguém.
4. Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. Seus amigos e familiares cuidarão. Permaneça em contato.
5. Pague mensalmente seus cartões de crédito.
6. Você não tem que ganhar todas as vezes. Concorde em discordar.
7. Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho.
8. Pode ficar bravo com Deus. Ele suporta isso.
9. Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.
10. Quanto a chocolate, é inútil resistir.
11. Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente.
12. É bom deixar suas crianças verem que você chora.
13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que é a jornada deles.
14. Se um relacionamento tiver que ser um segredo, você não deveria entrar nele.
15. Tudo pode mudar num piscar de olhos Mas não se preocupe; Deus nunca pisca.
16. Respire fundo. Isso acalma a mente.
17. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre.
18. Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte.
19. Nunca é muito tarde para ter uma infância feliz. Mas a segunda vez é por sua conta e ninguém mais.
20. Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.
21. Acenda as velas, use os lençóis bonitos, use roupa chic. Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial.
22. Prepare-se mais do que o necessário, depois siga com o fluxo.
23. Seja excêntrico agora. Não espere pela velhice para vestir roxo.
24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.
25. Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você..
26. Enquadre todos os assim chamados "desastres" com estas palavras 'Em cinco anos, isto importará?'
27. Sempre escolha a vida.
28. Perdoe tudo de todo mundo.
29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.
30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo..
31. Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará.
32. Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso.
33. Acredite em milagres.
34. Deus ama você porque ele é Deus, não por causa de qualquer coisa que você fez ou não fez.
35. Não faça auditoria na vida. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora.
36. Envelhecer ganha da alternativa -- morrer jovem.
37. Suas crianças têm apenas uma infância.
]38. Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou.
39. Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os lugares.
40. Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os outros como eles são, nós pegaríamos nossos mesmos problemas de volta.
41. A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.
42. O melhor ainda está por vir.
43. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça.
44. Produza!
45. A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente.”

Enviada por: Rev. Willian Leal Mendes
2ª Igreja Presbiteriana de Londrina

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Caicó: MP recomenda ao Prefeito a desocupação da calçada da CONAB

O Ministério Público de Caicó recomendou ao Prefeito do município a imediata adoção das providências administrativas necessárias para cessar a ocupação irregular da calçada da CONAB (antiga CIBRAZEM), localizada na Av. Rui Mariz, bairro Boa Passagem, Caicó/RN, efetuando-se inclusive a remoção dos barracos/traillers e dos móveis.
A ocupação irregular de calçadas, ruas e avenidas da cidade por comerciantes é alvo de incontáveis reclamações por parte da população. O Ofício nº 0260/11, expedido pelo Gabinete do Prefeito Municipal, deu conta que a Coordenadoria de Tributação do Município de Caicó/RN informa a inexistência de qualquer alvará de autorização, ato administrativo ou contrato tendo por objeto a exploração de lanchonete, bar ou similar naquele local.

MPF/GO atua para garantir alimentação a acompanhantes de pacientes do SUS

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO) instaurou inquérito civil público para apurar se a União, o Estado de Goiás e o Município de Goiânia estão garantindo aos acompanhantes de crianças, adolescentes e idosos internados em hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) as condições adequadas para a permanência em tempo integral nas unidades da rede. De acordo com representação acolhida pelo MPF/GO, muitos estabelecimentos de saúde credenciados ao SUS não estariam fornecendo alimentação aos acompanhantes.

MPMA ajuíza ação para garantir insulina a idoso

MPMA ajuíza ação para garantir insulina a idoso Paciente com diabetes pode sofrer dano irreparável sem o medicamento negado pela Secretaria de Estado da Saúde Um idoso de 72 anos, em São Luís, portador de diabetes, corre o risco de ter complicações no quadro de saúde caso não continue o tratamento com a insulina "lantus". Com uma renda mensal em torno de um salário mínimo, ele não pode custear o medicamento. Apesar do risco iminente, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) se recusa a fornecer o remédio.
Para tentar reverter a situação, a Promotoria de Defesa do Idoso de São Luís ajuizou Ação Civil Pública, com pedido de liminar. O objetivo é obter da Justiça a determinação para que a medicação seja fornecida.
Os portadores de diabetes sem tratamento adequado podem sofrer ataque cardíaco, derrame cerebral, insuficiência renal, problemas na visão e amputação de membros, dentre outros problemas.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

segunda-feira, 17 de outubro de 2011


O trabalho presbiteriano na Região Sul do Brasil vem se desenvolvendo através de uma ação missionária das igrejas e pastores locais com o apoio da IPB. O município de Nova Petrópolis está localizado na Serra gaúcha e foi fundado em 7 de setembro de 1858, por imigrantes alemães oriundos da Pomerânia, Saxônia, Boêmia e do Hunsrück, dos quais descendem a maioria dos seus habitantes. A cidade ainda não tem igreja presbiteriana, mas já está no coração dos presbiterianos a implantação da nossa igreja no local. No sábado (14), no horário da tarde os participantes do Encontro realizaram uma sistemática distribuição de Bíblias e folhetos no centro da cidade numa clara demonstração que logo, logo estaremos presente na cidade.


No período de 14 a 16 de outubro, o Secretário Geral do Trabalho da Terceira Idade, Rev. Pinho Borges, participou do Encontro Regional de Treinamento da Região Sul, promovido pela Confederação Nacional de SAFs. O Evento aconteceu na Pousada Reviver na cidade de Nova Petrópolis no Rio Grande do Sul.

Na ocasião o Sgtti, apresentou o trabalho realizado pela SGTTI, através da Oficina Instrumentos de Trabalhos. Também foram distribuídos exemplares do Estatuto do Idoso a todos no encontro. Foi possível ao Sgtti manter contato com a liderança presbiteriana da Região Sul para que no próximo ano aconteça um Workshop na Região Sul do Brasil.

Agradecemos a Ana Maria Prado, Presidente da CNSAFs pelo convite e oportunidade para divulgar o trabalho da Secretaria Geral do Trabalho da Terceira Idade da IPB.

Justiça proíbe operadora de reajustar plano de saúde por mudança de faixa etária

O Ministério Público pediu à Justiça a execução provisória da sentença judicial e, com isso, a operadora Amil Assistência Médica está proibida de efetuar qualquer reajuste em seus planos de saúde em razão da mudança de faixa etária do segurado a partir de 60 anos de idade, sob pena de multa diária de R$ 50 mil. A decisão, em vigor desde 8 de julho, é válida para todos os seus contratos da Amil.
A operadora foi condenada em primeira instância em uma ação civil pública movida em 2007 pelo Ministério Público do Estado de São Paulo, por intermédio da Promotoria do Idoso, em razão do descumprimento ao Estatuto do Idoso, que proíbe os aumentos das mensalidades dos planos de saúde em razão da mudança de faixa etária a partir dos 60 anos.

Extraído de: Ministério Público do Estado de São Paulo - 10 de Outubro de 2011

 

Banco é condenado por débitos indevidos em aposentadoria

Empréstimos inexistentes foram descontados do benefício previdenciário do idoso
O Banco Votorantim S/A deverá indenizar, em R$ 4 mil, aposentado que sofreu descontos indevidos em seu benefício previdenciário A instituição também deverá devolver o valor debitado.
A decisão foi da Comarca de Barroquinha (CE)
De acordo com os autos, o idoso percebeu, em meados de 2011, que havia débitos em sua aposentadoria Os descontos eram relativos a dois empréstimos consignados No entanto, o autor nunca celebrou...
Ver notícia completa em: Jornal da Ordem - Rio Grande do Sul

Comissão de Justiça aprova criação do Fundo Estadual dos Direitos do Idoso

Pernambuco terá um novo instrumento de captação e aplicação de recursos financeiros nas políticas em defesa da pessoa idosa. A Comissão de Justiça da Assembleia aprovou, nesta terça (11 de outubro), o projeto de lei do Governo do Estado que cria o Fundo Estadual dos Direitos do Idoso (Fedipe).
Aprovada por unanimidade, a matéria informa que os recursos do Fedipe serão provenientes de diversas fontes, como dotações orçamentárias do Estado, transferências recebidas da União, contribuições de pessoas físicas e jurídicas deduzíveis do imposto de renda e verbas resultantes de convênios firmados pelo Governo de Pernambuco.
 Relatado pela deputada Teresa Leitão, do PT, o projeto ainda determina que o Fedipe será coordenado pelo Centro Estadual de Direitos do Idoso (Cedi). Caberá ao Cedi, definir a programação que anualmente integrará o Plano Plurianual do Estado (PPA) e a Lei Orçamentária Anual (LOA), bem como fiscalizar a aplicação dos recursos e a execução das ações por eles financiadas.
 Extraído de:

Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco 

Estado é obrigado a custear passagens a idoso com câncer

O Estado de Rondônia terá que fornecer passagens e ajuda de custos ao acompanhante e paciente, para que este possa dar continuidade na realização de tratamento no Hospital do Câncer de Barretos - SP. A determinação, do desembargador Walter Waltenberg Silva Junior, membro das Câmaras Especiais Reunidas do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, foi publicada no Diário da Justiça desta quinta-feira, 13 de outubro de 2011.
Extraído do Tribunal de Rondônia

Seria engraçado caso não fosse a mais pura verdade!

Seria engraçado caso não fosse a mais pura verdade!
Na fila do supermercado o caixa diz uma senhora idosa que deveria trazer suas próprias sacolas para as compras, uma vez que sacos de plástico não eram amigáveis ao meio ambiente.
A senhora pediu desculpas e disse: “Não havia essa onda verde no meu tempo.”
O empregado respondeu: "Esse é exatamente o nosso problema hoje, minha senhora. Sua geração não se preocupou o suficiente com nosso meio ambiente. "
"Você está certo", responde a velha senhora, nossa geração não se preocupou adequadamente com o meio ambiente.
Naquela época, as garrafas de leite, garrafas de refrigerante e cerveja eram devolvidos à loja. A loja mandava de volta para a fábrica, onde eram lavadas e esterilizadas antes de cada reuso, e eles, os fabricantes de bebidas, usavam as garrafas, umas tantas outras vezes.
Realmente não nos preocupamos com o meio ambiente no nosso tempo.
Subíamos as escadas, porque não havia escadas rolantes nas lojas e nos escritórios.
Caminhamos até o comércio, ao invés de usar o nosso carro de 300 cavalos de potência a cada vez que precisamos ir a dois quarteirões.
Mas você está certo. Nós não nos preocupávamos com o meio ambiente.
Até então, as fraldas de bebês eram lavadas, porque não havia fraldas descartáveis.
Roupas secas: a secagem era feita por nós mesmos, não nestas máquinas bamboleantes de 220 volts. A energia solar e eólica é que realmente secavam nossas roupas. Os meninos pequenos usavam as roupas que tinham sido de seus irmãos mais velhos, e não roupas sempre novas.
Mas é verdade: não havia preocupação com o meio ambiente, naqueles dias.
Naquela época tínhamos somente uma TV ou rádio em casa, e não uma TV em cada quarto. E a TV tinha uma tela do tamanho de um lenço, não um telão do tamanho de um estádio; que depois será descartado como?
Na cozinha, tínhamos que bater tudo com as mãos porque não havia máquinas elétricas, que fazem tudo por nós.
Quando embalávamos algo um pouco frágil para o correio, usamos jornal amassado para protegê-lo, não plastico bolha ou pellets de plástico que duram cinco séculos para começar a degradar.
Naqueles tempos, não se usava um motor a gasolina apenas para cortar a grama, era utilizado um cortador de grama que exigia músculos. O exercício era extraordinário, e não precisava ir a uma academia e usar esteiras que também funcionam a eletricidade.
Mas você tem razão: não havia naquela época preocupação com o meio ambiente.
Bebíamos diretamente da fonte, quando estávamos com sede, em vez de usar copos plásticos e garrafas pet que agora lotam os oceanos. Canetas: recarregávamos com tinta umas tantas vezes ao invés de comprar uma outra. Abandonamos as navalhas, ao invés de jogar fora todos os aparelhos 'descartáveis' e poluentes só porque a lamina ficou sem corte.
Na verdade, tivemos uma onda verde naquela época.
Naqueles dias, as pessoas tomavam o bonde ou de ônibus e os meninos iam em suas bicicletas ou a pé para a escola, ao invés de usar a mãe como um serviço de táxi 24 horas.
Tínhamos só uma tomada em cada quarto, e não um quadro de tomadas em cada parede para alimentar uma dúzia de aparelhos. E nós não precisávamos de um GPS para receber sinais de satélites a milhas de distância no espaço, só para encontrar a pizzaria mais próxima.
Então, não é risível que a atual geração fale tanto em meio ambiente, mas não quer abrir mão de nada e não pensa em viver um pouco como na minha época?

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

SGTTI EM NOVA PETROPÓLIS - RIO GRANDE DO SUL

No período de 14 a 16 de outubro, o Secretário Geral do Trabalho da Terceira Idade, Rev. Pinho Borges, ministrará oficina no Encontro Regional de Treinamento da Região Sul, promovido pela Confederação Nacional de SAFs. O Evento acontecerá na Pousada Reviver em Nova Petropólis no Rio Grande do Sul.
Localizada na Serra gaúcha, Nova Petrópolis foi fundada em 7 de setembro de 1858 por imigrantes alemães oriundos da Pomerânia, Saxônia, Boêmia e do Hunsrück, dos quais descendem a maioria dos seus habitantes.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

terça-feira, 11 de outubro de 2011

SGTTI NO RIO DE JANEIRO - EM EDIÇÃO



No período de 07 a 09 de outubro, o Rev. Rev. Pinho Borges esteve reunido com liderança de Trabalhos com idosos no Estado do Rio de Janeiro. O evento aconteceu na Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro (Catedral), pastoreada pelo Rev. Guilhermino Cunha, a quem agradecemos pelo acolhimento em abrir as portas da catedral e hospitalidade em receber o Sec. Geral.
 
Participaram do Congresso irmãos coordenadores de diversos grupos de idosos representando as igrejas Presbiterianas do Rio de Janeiro, Riachuelo, Jardim Botânico, Tijuca, Meier, Maracanã, Sulacap, Nilópolis, Central de Senador Camará, Bangu, Padre Miguel, Metodista de Cascadura. Os participantes recebem Certificado de Participação e exemplares do Estatuto do Idoso para distribuirem aos seus grupos.


Momento2. CATEDRAL: CULTO DA TERCEIRA IDADE
 
No domingo pela manhã o Rev. Pinho Borges ministrou a palavra no Culto da Terceira Idade, que marcou o encerramento do congresso, cuja temática foi "como definir idoso ou velho" mostrando as diferenças psicológicas entre esses dois estágios de espirito onde o ser idoso é uma contingencia e o ser velho uma opção.
Foram distribuídos alguns exemplares do Estatuto do Idoso na ocasião.


 
Momento 3 - IP MARACANÃ
Domingo à noite, o Sec. Geral visitou a Igreja Presbiteriana Maracanã, que fica no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro, na ocasião o Rev. Pinho ministrou a Palavra e a Ceia do Senhor juntamente com o Rev. Hélio Paulo, pastor da igreja a quem agradecemos pelo espaço aberto em sua comunidade que tem um trabalho com idoso coordenado pela irmã Elzi Machado. Foram distribuídos exemplares do Estatuto do Idoso aos presentes.



Contamos com a presença das irmãs Eliane Scherrer (Sec Sinodal da TI do Oeste Fluminense) e Elialda Oliveira (Sec.Presbiterial do Presb da Guanabara)
Agrademos a Deus em primeiro lugar, ao Rev. Guilhermino e Conselho da IP Rio de Janeiro, ao Rev. Hélio e IP Maracanã, ao casal Elzi e Wilson Machado pela hospitalidade e hospedagem para com o Sec Geral que o Senhor da seara continuem abençoandos os irmãos.

domingo, 9 de outubro de 2011

Projeto visa garantir melhorias ao idoso nos transportes coletivos

O projeto Transporte Urbano e População Idosa: construindo uma nova relação, criado em 2010 pelo Ministério Público Estadual, propõe uma intervenção junto às empresas do transporte coletivo urbano de Natal. O objetivo é sensibilizar, explicar, debater, educar e conscientizar os motoristas e cobradores sobre as relações civilizadas e os direitos da pessoa idosa.
A proposta teve início com um plano piloto, desenvolvido no ano passado com 400 profissionais da empresa Guanabara. Devido o bom resultado e a grande repercussão, o projeto venceu o 12º concurso nacional Talentos da Maturidade do banco Santander, na categoria Projetos Exemplares. A partir disso, o Santander, juntamente com o Ministério Público e a AMPERN (Associação do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte) passou a financiar as despesas de execução do programa, de forma que neste ano de 2011 serão contemplados três mil profissionais de Natal, com possibilidade de mais 2500 no próximo ano. Do mês de julho deste ano até agora, já participaram do projeto as empresas Cidade das Dunas; Cidade do Natal; Conceição; Viasul; Riograndense; e os demais profissionais da Guanabara que não foram contemplados em 2010. Nestas empresas, a média de adesão dos profissionais equivale a 76%. A Trampolim, empresa dos transportes coletivos do município de Parnamirim, é a próxima a passar pela ação. O trabalho ocorre no SEST/SENAT durante toda esta semana, até o dia 13, com exceção do feriado na quarta-feira, 12, durante a manhã e a tarde, das 9 às 11h e das 15 às 17h. O Transporte Urbano e População Idosa: construindo uma nova relação ocorre com a divisão dos profissionais da empresa em grupos de 30 componentes, que assistem a palestras e slides voltados para apresentar e dialogar sobre o processo de envelhecimento do ser humano; as restrições auditivas, motoras e de mobilidade da pessoa idosa; a violência contra o idoso por parte de familiares, como também de empresas públicas e privadas. Além disso, há um momento para ouvir a versão dos funcionários, apresentando os problemas que encontram na prática e tirando dúvidas sobre como proceder em diversas situações em acordo com a lei. Para esses esclarecimentos, há sempre um Promotor de Justiça presente, como a Promotora de Justiça aposentada Terezinha Peixoto, de 72 anos, advogada e atual Presidente da Associação dos Promotores aposentados. Maria Luíza Teixeira, Assistente Social da AMPERN e Coordenadora Executiva do Projeto, explica que para fechar as atividades com os motoristas e cobradores, doutora Terezinha Peixoto assume a direção do ônibus cenário e os trabalhadores se caracterizam de idosos, com bengalas, perucas e roupas. A finalidade de tudo isso, é vivenciar de forma lúdica as dificuldades enfrentadas pela população idosa ao utilizar os transportes coletivos.
Extraído de: Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte 

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Comissão aprova benefício para idoso carente com mais de 100 anos

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou nesta quarta-feira (5) o Projeto de Lei 4400/08 , do Senado, que concede dois salários mínimos mensalmente ao idoso carente a partir dos cem anos de idade.
A proposta altera o Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03 ), que já assegura um salário mínimo mensal aos idosos que não possuam meios para prover sua subsistência, nem de tê-la provida por sua família, a partir dos 65 anos. Se a proposta for aprovada, idosos carentes com idade entre 65 e 99 anos receberão um salário, e os que tiverem cem ou mais anos, dois salários.
O relator, deputado José Linhares (PP-CE), foi favorável à proposta. Segundo ele, a medida trará aumento não considerável aos gastos públicos e conferirá mais dignidade aos cidadãos que alcançarem uma idade que apenas diminuta parcela da população brasileira consegue atingir.
O deputado lembra que, no estágio final da vida, como consequência natural do envelhecimento, aumentam as despesas com cuidados e serviços de saúde.
A proposta determina ainda a inclusão, no projeto de lei orçamentária (LOA), da estimativa da renúncia fiscal decorrente da medida. Essa inclusão deverá ser feita, pela primeira vez, 60 dias após a publicação da nova lei.
Tramitação
O projeto, de caráter conclusivo, será analisado agora pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Íntegra da proposta: PL-4400/2008

O idoso e a vida de oração

O idoso e a vida de oração

AS POSTAGENS MAIS VISITADAS