domingo, 29 de setembro de 2013

SGTTI EM ITABUNA NA BAHIA

DOMINGO(29) - Neste domingo o Secretário Geral da Terceira Idade encerrou sua visita a região ministrando a palavra nas Igrejas Presbiterianas Jardim das Oliveiras(17h) e Filadélfia(19h). Agradecemos aos Revs. Egenildo e Erivelto pela confiança ao ceder os seus púlpitos ao Rev. Pinho Borges.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

I ENCONTRO DA TERCEIRA IDADE DO SUL DA BAHIA

LOCAL DO EVENTO:
Igreja Presbiteriana Jardim das Oliveiras.
ITABUNA - Terminou neste domingo (29) o
I ENCONTRO DA TERCEIRA IDADE DO SUL DA BAHIA.  

O Encontro foi uma promoção da Secretaria Sinodal da Terceira idade do Sínodo do Sul da Bahia e parceria com a Secretaria Geral da Terceira Idade da IPB. Com apoio das Igrejas Presbiterianas Jardim das Oliveiras e Central de Itabuna a quem agradecemos a hospedagem e hospitalidade para com o Sgtti, Rev. Pinho Borges, nas pessoas do Rev Egenildo Oliveira e ao irmão Cirilo. Agradecemos a Prefeitura Municipal e a todos que contribuíram para o exito do evento, especialmente a Roseane (Sec. Sinodal da Terceira Idade).




ÁLBUM DE FOTOS 
https://www.facebook.com/idosonewsipb.sgtti/media_set?set=a.552850901455309.1073741836.10000 1912117390&type=3
Itabuna é um município do sul do estado da Bahia, no Brasil. Possui uma área total de 443,198 km². Itabuna é a terra natal do escritor Jorge Amado, que a descreve em algumas de suas obras, como Gabriela, Cravo e Canela e Terras do Sem Fim. A cidade de Itabuna, em conjunto com o município vizinho de Ilhéus, forma uma aglomeração urbana classificada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística como uma capital regional B, exercendo influência em mais de 40 municípios, num total de pouco mais de um milhão de habitantes.

Segundo levantamento realizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, o município de Itabuna apresenta o terceiro melhor Índice de Desenvolvimento Humano do Estado da Bahia.

O nome "Itabuna" é derivado da junção dos termos tupis itá (pedra), aba (lugar) eun (preto, escuro), significando, portanto, "lugar escuro da pedra".
MOMENTO 05 (DOMINGO) - ESCOLA DOMINICAL. Na manhã deste domingo o encontro foi encerrado com duas oficinas na Classe dos Idosos. A primeira oficina tratou da temática Liderança na terceira e idade e a segunda tratou da Bíblia e o envelhecimento.


 MOMENTO 04 (SÁBADO) - CULTO DOS IDOSOS. Na noite deste sábado, o Rev. Pinho Borges ministrou a palavra  no Cultos dos idoso. 



MOMENTO 03 (SÁBADO) - OFICINAS. Na manhã e tarde foram oferecidas várias oficinas.
4 -  PALESTRA : ESTATUTO DO IDOSO E OS TIPOS DE VIOLÊNCIAS
      PALESTRANTES: DANIELI ELOY (Assist. Social) e REV. PINHO BORGES


3 -  PALESTRA : CONTAÇÃO DE HISTÓRIA
       PALESTRANTE: GRUPO FICC.

2 -  PALESTRA : PERFIL MENTAL E PSICOEMOCIONAL DA TERCEIRA IDADE
      PALESTRANTE: DR. THIARA - PSICÓLOGA.

1 -  PALESTRA : DIABETE X HIPERTENSÃO X IDOSO CAMINHANDO JUNTOS
      PALESTRANTE: RUBEN ALBERTO. ENFERMEIRO



MOMENTO 02 (SÁBADO) - MOBILIZAÇÃO SOCIAL. Na manhã deste sábado está acontecendo  a mobilização. Com oficinas práticas de saúde e cidadania.

OFICINAS PRÁTICAS DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL.
1 - AFERIÇÃO DE PRESSÃO.  2 - MEDIÇÃO DE GLICOSE.  3 - CONSULTA JURÍDICA.  

4 - VACINAÇÃO. 5 - LANCHE. 6 - ENTREGA DOS KITS. 7 - NUTRIÇÃO.
APOIO: PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA.


MOMENTO 01 (SEXTA FEIRA) - PALESTRA DE ABERTURA. A palestra de abertura IDOSO SIM. VELHO NÃO foi ministrada pelo Rev. Pinho Borges, Sec. Geral do Trabalho da Terceira Idade da IPB.



quarta-feira, 25 de setembro de 2013

ESTADO PODERÁ TER POLÍTICA PÚBLICA PARA IDOSO DEFINIDA POR LEI

RIO DE JANEIRO (RJ) - A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta quarta-feira (25/09), em segunda discussão, o projeto de lei 1.687-A/12, que cria a Política Estadual do Idoso, que busca garantir autonomia às pessoas com mais de 60 anos de idade. Para isso, ela terá como diretrizes as políticas sociais, o combate à exclusão, a proteção jurídica, ações educativas, entre outras. O projeto é assinado pelo deputado Samuel Malafaia, para quem o aumento da população idosa requer não só atendimento médico, mas também intervenções sociais, econômicas e ambientais, cita.

DEFENSORAS ALERTAM PARA OS DIREITOS DOS IDOSOS.

CUIABÁ (MT) - Atuando na Coordenadoria de Ações Comunitárias, as Defensoras Públicas Fernanda Maria de Sá Soares e Silvia Maria Ferreira participaram na manhã desta quarta-feira (25) do Seminário "VII Semana do Idoso", no Hotel Fazenda Mato Grosso, organizado pelo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (Comdipi).
Criada na gestão do atual Defensor Público-Geral Djalma Sabo Mendes Júnior, a Coordenadoria tem a missão de aproximar a Defensoria Pública da sociedade. Uma das bandeiras da Coordenadoria de Ações Comunitárias é justamente agir para garantir os direitos dos idosos.
Durante a palestra "o Papel da Defensoria Pública Frente ao Estatuto do Idoso", a Defensora Fernanda Soares esclareceu algumas dúvidas levantadas quanto aos direitos das pessoas com idade superior a 60 anos.
"Cada fase da vida tem suas delícias e suas dores. Não deveria ser necessário haver leis para garantir os direitos dos nossos idosos. Isso é uma obrigação de todos nós. Acredito que um dia teremos uma sociedade que não precise mais de leis de proteção aos idosos", afirmou a Defensora ao iniciar a palestra.
Conforme ela, todos os idosos têm direito a transporte público gratuito, desconto de 50% em shows e eventos, prioridade de atendimento em repartições públicas e instituições bancárias, acesso ao trabalho, inclusive em concursos públicos, entre inúmeros outros itens.
"Não adianta ser um bom gestor. É necessário agir com carinho, com honestidade e com amor diante dos direitos de cada um", alertou Fernanda.
Ela afirmou que uma reunião com o secretário José Rodrigues já foi agendada para a próxima semana, quando a Defensoria Pública vai ter acesso ao que já foi pedido à pasta, o que já foi executado e o que ainda está parado quando o assunto é o direito reservado às pessoas idosas.
Diversas perguntas foram direcionadas às duas Defensoras durante o debate, que aconteceu logo após a palestra. 
Transporte - Um dos questionamentos diz respeito ao direito a 10% dos assentos dos ônibus que fazem linhas interestaduais.
Conforme os idosos usuários do serviço, as empresas alegam que as vagas já estão preenchidas, dificultando a viagem daqueles que precisam se deslocar da cidade em que se encontra. Fernanda orientou os idosos a pedirem à empresa de ônibus a lista de passageiros. "É um direito de cada um de vocês o acesso a essa lista. Em caso de negação por parte da empresa, os idosos podem procurar a Coordenadoria de Ações Comunitárias que enviaremos um ofício obrigando a divulgação dos nomes", explicou.
Pensão Alimentícia - Ainda segundo ela, a chamada Lei da Pensão Alimentícia, muito conhecida por mães que precisam acionar judicialmente o pai de seus filhos para obter ajuda, também pode ser utilizada pelos idosos. "Os idosos têm o direito a uma pensão alimentícia paga por algum familiar, case precise de ajuda para se manter".
Silvia complementou afirmando que, infelizmente, há um outro lado da lei, aplicada quando os pais provam que não podem pagar a pensão aos filhos. Os avós podem ser acionados na Justiça para arcar com as despesas. "Neste caso, informe o juiz sobre suas necessidades, sobre os remédios, a alimentação, enfim, sobre tudo o que o idoso precisa para sobreviver. É claro que a criança tem o direito à saúde, educação, alimentação, mas não em detrimento ao direito dos avós", informou Silvia.
A Coordenadoria de Ações Comunitárias foi criada por Djalma Sabo Mendes Junior em abril deste ano. Desde então, um trabalho específico tem sido desenvolvidos nos quatro Centros de Convivência dos Idosos (CCI) existentes em Cuiabá. O telefone da Coordenadoria de Ações Comunitárias é (65) 3613-1055.
Publicado por Defensoria Pública de Mato Grosso (extraído pelo JusBrasil)

Estado e município devem providenciar internação em UTI para idosa

FORTALEZA(CE) - A paciente necessita de leito especial para tratamento, mas o pedido foi negado por não haver mais vagas em hospitais da região.
O Estado do Ceará e o Município de Fortaleza devem providenciar internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para uma idosa que necessita desta, mas, por não haver vagas em hospitais do município, permanece em leito comum. A liminar foi concedida pelo desembargador Paulo Francisco Banho Ponte.
Consta nos autos que a idosa, de 77 anos, deu entrada no Hospital de Messejana, na Região Metropolitana de Fortaleza, com vômito e cansaço. Ela é portadora de acidose metabólica grave e, como já havia sofrido três paradas cardiorrespiratórias, precisava passar por hemodiálise.
Atualmente a paciente está entubada e em coma induzido, necessitando de leito em UTI, mas não há vaga disponível no referido hospital. Por isso, a família ajuizou mandado de segurança com pedido liminar requerendo a disponibilidade de um leito.
Ao analisar o pedido, o desembargador concedeu a liminar e determinou que o Estado do Ceará e o Município de Fortaleza providenciem a internação. Em caso de descumprimento da medida, fixou multa diária no valor de R$ 5 mil.
O magistrado levou em consideração que a vida da paciente está ameaçada caso não consiga leito em UTI. "Vislumbro, portanto, a fumaça do bom direito já que a saúde da parte se mostra, nesse primeiro momento, o bem mais caro a ser tutelado, e há perigo concreto de perecimento do referido direito, caso esse não seja imediatamente fornecido.
O número do processo não foi informado/Fonte: TJCE
Publicado por Jornal da Ordem - Rio Grande do Sul (extraído)

Aprovada Política de Atenção Integral à Saúde do Homem

BRASÍLIA (DF) - A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou nesta quarta-feira (25), por unanimidade, projeto de lei da senadora Ângela Portela que institui a Política de Atenção Integral à Saúde do Homem no âmbito do Sistema Único de Saúde. A decisão da comissão tem caráter terminativo.
De acordo com o projeto de lei do Senado 241/2013, a política será mantida em caráter permanente pelas diversas instâncias de gestão do SUS e abordará prevenção, detecção precoce, diagnóstico e tratamento de doenças que acometem a população masculina. Essas ações, prevê a proposta, deverão ser amplamente divulgadas.
A relatora do projeto, senadora Ana Amélia, ressaltou que os homens são mais vulneráveis a diversas enfermidades, especialmente as crônico-degenerativas. Essa suscetibilidade, observou, deve-se, especialmente, a aspectos comportamentais dessa população, além da influência orgânica e hormonal. Ana Amélia informou que, em cada três mortes de pessoas adultas, duas são de homens. Além do câncer de próstata, segundo a senadora, as doenças que mais matam no Brasil - infarto do miocárdio, acidente vascular encefálico, pneumonia, cirrose e câncer de pulmão – atingem com maior incidência a esta população.
A proposta, na opinião da senadora, pode influenciar o comportamento dos homens no que se refere ao cuidado com a saúde e diminuir a mortalidade masculina.
- As barreiras institucionais e socioculturais para a inserção dos homens nos serviços de saúde são particularmente relevantes. Muitos deles argumentam que seu papel de provedor da família os impede de buscar assistência à saúde com maior frequência, visto que o horário de funcionamento dos hospitais e postos de saúde coincide com suas jornadas habituais de trabalho. 
As campanhas de educação e de comunicação voltadas para questões de saúde, por sua vez, quase sempre dão pouca importância ao homem, sendo majoritariamente dirigidas para outros públicos, como criança, idoso e mulher – argumentou a senadora Ana Amélia.
Durante a discussão da matéria, a autora da proposta, Ângela Portela, ressaltou a necessidade de se transformar em política de Estado a atenção integral à saúde do homem. O projeto, disse, vem dar suporte legal às iniciativas nesse sentido instauradas pelo Ministério da Saúde em 2009.

Publicado por Senado (extraído).

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Senado aprova apreensão de carro em vaga de idoso

BRASÍLIA(DF) - Projeto aumenta a punição para motorista que estacionar o veículo nas vagas preferenciais; infração passa a ser considerada grave.
O Senado Federal aprovou na noite dessa quarta-feira, 18, um projeto de lei que prevê a apreensão de veículos estacionados indevidamente em vagas reservadas a idosos ou pessoas com deficiência física. Além disso, aumenta o valor da multa para a infração ao prever que seja considerada grave no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A proposta segue agora para a Câmara.
Atualmente, a multa é leve, de R$ 53,20, além de somar 3 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O projeto, que tramitava há 18 anos, destaca em sua justificativa que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), "não obstante ter sido discutido por anos", deixou lacunas em relação aos direitos de idosos e deficientes. "Segue em vigor a regra do 'levar vantagem em tudo', de vez que essas vagas em geral estão em local mais acessível, por motivos óbvios, o que aguça o sentimento de muitos que não nutrem qualquer respeito pelas regras de cidadania."
Um levantamento feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), em 2011, após um ano da adoção do Cartão do Idoso, mostrava que a cada hora três motoristas eram multados na capital somente por parar em áreas de Zona Azul reservadas para idosos. As desculpas dos infratores foram sempre as mesmas: pressa, falta de lugar na rua para deixar o carro, compromissos urgentes ou consultas de emergência. Pelo projeto aprovado ontem, a multa passa a ser de R$ 127,69, mais 5 pontos no prontuário da CNH.
Recursos. A proposta tramitava em conjunto com outras 23 e foi colocada em pauta considerando a Semana Nacional do Trânsito. O substitutivo do projeto, apresentado pelo ex-deputado Paulo Rocha (PT-PA) e relatado no Senado pelo senador Aníbal Diniz (PT-AC), prevê ainda mais três alterações no código: revê a sinalização rodoviária indicativa de pronto-socorro, altera a lista de equipamentos de uso obrigatório em bicicletas e permite nova contagem do prazo para contestação de infração ou pagamento de multa, após atualização do endereço do motorista nos departamentos de trânsito.
De acordo com o substitutivo, passa a ser válida a notificação devolvida por desatualização de endereço, se o motorista não tiver comunicado a mudança dentro de 30 dias da devolução do documento. A proposta, porém, admite o reinício da contagem do prazo para apresentação de recurso ou pagamento de multa, caso a atualização de endereço aconteça dentro desse período.
No que se refere a bicicletas, o relator dispensou a exigência de campainha e espelho retrovisor como itens de uso obrigatório pelos ciclistas. Para ele, a exigência desses equipamentos encareceria o preço da bicicleta sem oferecer ganho de segurança nem para o ciclista nem para o trânsito em geral. "Além de desnecessária, a exigência estaria onerando o custo de aquisição dos veículos, sem ganho aparente de segurança para o trânsito em geral e para o usuário de bicicletas em particular.
BRASÍLIA - O Estado de S.Paulo (Extraído)

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Socióloga cobra readequação dos espaços urbanos em favor dos mais idosos

FLORIANÓPOLIS (SC) - A socióloga Maria Cecília Minay, pesquisadora titular da Fundação Oswaldo Cruz, ocupou a programação da tarde desta segunda-feira (23/09) e concluiu o seminário Conhecer para garantir Idoso Direitos e Violações, promoção da Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ) realizada no Auditório do Pleno do Tribunal de Justiça. Minay abordou dois temas, em palestras distintas e sucessivas: Envelhecimento e Dignidade e Violência contra a pessoa idosa: princípios, definições, tipologia, prevenção, como detectar e violência institucional.
A socióloga adota uma postura dinâmica em suas exposições e incentiva a participação do público no debate, a partir da formulação de questionamentos e troca de ideias. De início, ela trouxe dados sobre o envelhecimento vertiginoso registrado entre a população brasileira, tanto em quantidade quanto em velocidade. É crescente o numero de pessoas enquadradas na terceira idade, atestou.
Minay também fez um alerta para o alto número de acidentes fatais que ocorrem com os idosos pelas ruas das cidades e dentro das próprias casas. Por conta disso, ressaltou a importância de reorganização desses espaços , com preocupações voltadas para as pessoas mais velhas. O evento, encerrado ao final da tarde, integra um projeto maior em implantação pelo Judiciário, a partir de parceria com o Ministério Público, e cujo objetivo é reprimir a violência contra o idoso.
Publicado por Tribunal de Justiça de Santa Catarina (extraído)

DIREITOS DA PESSOA IDOSA É O TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA EM SÃO JOSÉ DO EGITO

SÃO JOSÉ DO EGITO (PE) - O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) convocou audiência pública para fazer esclarecimentos sobre os direitos da pessoa idosa no município de São José do Egito (Sertão do Pajeú). O encontro vai acontecer no dia 4 de outubro, às 9h, no Centro de Inclusão Digital, localizado na rua Inácio Mariano Valadares, Centro.
“O Estatuto do Idoso vai completar dez anos em 2013, mas, apesar desse tempo, ainda há uma série de problemas na sua implementação”, explicou o promotor de Justiça Aurinilton Leão Carlos Sobrinho, responsável pela convocação da audiência. Além de socializar o conteúdo do Estatuto, Sobrinho adiantou que será realizada uma avaliação das dificuldades e das perspectivas dessa implementação.
Na ocasião, ainda serão abordados os direitos e deveres dos familiares, cidadãos, empresários, comerciantes e de todos os setores, em especial dos serviços de saúde, que, de alguma maneira, prestam serviços a pessoas idosas do município.
Conforme o edital de convocação, entidades, autoridades e público em geral que desejarem falar sobre o assunto devem se cadastrar junto à mesa que será constituída. Os expositores terão três minutos para falar, tendo a mesa, caso necessário, igual tempo para resposta, podendo, ainda, o expositor ter sua réplica por mais dois minutos.
Publicado por Ministério Público de Pernambuco (extraído)

SEMINÁRIO DEBATE DIREITOS E VIOLAÇÕES A IDOSOS

FLORIANÓPOLIS(SC) - Auditório do Pleno do Tribunal de Justiça foi palco nesta segunda-feira (23) da solenidade de abertura do seminário Conhecer para garantir Idoso Direito e Violações. Promovido pela Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ), através do Núcleo V, o evento faz parte de um projeto maior que está sendo implementado pelo Judiciário em parceria com o Ministério Público, para coibir a violação dos direitos dos idosos.
Participam dos debates assistentes sociais do Judiciário catarinense, membros do Ministério Público Estadual, dos Conselhos de Direitos do Idoso, dos Núcleos e Universidades da Terceira Idade e comunidade em geral.
A promotora Carolina Suzin fez questão de ressaltar ressaltou a importância da parceria com o TJ. Essa parceria estabelecida é fundamental quando são feitas as visitas aos locais que abrigam as pessoas idosas e nos resultados dos dados coletados, disse Suzin.
José Paulo da Cunha, que representa o governo do Estado na questão dos idosos disse que há em Santa Catarina 28 delegacias que atendem ao idoso além dos mecanismos de denúncia que são diretamente ligados a essas delegacias o que faz com que a verificação ocorra com mais rapidez. Somos o primeiro Estado que tem uma cobertura maior com delegacias do idoso. O que nos entristece é que a violência contra as pessoas idosas aconteça no núcleo familiar. O idoso precisa de amor, carinho e muita compreensão, concluiu José Paulo.
Coordenador do evento, o juiz-corregedor Alexandre Takaschima destacou que o objetivo do encontro é trazer os diversos setores que tratam do idoso, para sensibilizá-los e capacitá-los afim de que possam falar a mesma linguagem. É o primeiro encontro mas pretendemos que isso se torne uma ação continuada, disse Takaschima.
Idealizador de todo o trabalho, o desembargador Vanderlei Romer falou da importância de trazer essa discussão para o conjunto de ações e que elas se traduzam de uma forma proveitosa. Queremos estimular que sejam cada vez mais felizes e que possamos retribuir tudo aquilo que já fizeram por nós, concluiu o magistrado.
O juiz Paulo Roberto Toniazzo, da Academia Judicial, disse que é necessário que se discuta a participação do idoso na sociedade pois eles são de fundamental importância.
A cerimônia de abertura contou com participação do Coral Grupo de Canto Vozes da Ilha formado pelo Núcleo de Estudos da Terceira Idade NETI da Universidade Federal de Santa Catarina, sob regência do maestro Nilson Aguiar.
À tarde, a partir das 13h30, as atividades teve sequência com a socióloga Maria Cecília Minay, pesquisadora titular da Fundação Oswaldo Cruz que tratará sobre os temas "Envelhecimento e Dignidade" e Violência contra a pessoa idosa: princípios, definições, tipologia, prevenção, como detectar e violência institucional". Às 17h30 haverá um espaço para o debate e às 18 horas está previsto o encerramento do evento.

Publicado por Tribunal de Justiça de Santa Catarina (extraído)

CANDELÁRIA (RS) VAI RECEBER DIA 27 FRENTE PARLAMENTAR DA TERCEIRA IDADE

CADELÁRIA(RS) - No dia 27 de setembro, será realizada em Candelária a reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Terceira Idade, coordenada pelo deputado Gerson Burmann. Um dos temas principais a serem abordados é o Estatuto do Idoso que completa 10 anos em 1º de outubro de 2013.
Burmann informou, também, que está lutando para ampliar os recursos orçamentários para 2014, visando as políticas públicas para os idosos, tendo protocolado pedido na Casa Civil e nas secretarias de Justiça e Direitos Humanos e da Saúde, em audiências na semana que passou.
A Frente Parlamentar em Defesa da Terceira Idade foi instalada no dia 29 de abril, com o apoio de 44 deputados. Coordenador da Frente, Burmann já realizou duas audiências públicas, em Ijuí e Teutônia.
A reunião em Candelária ocorrerá no plenário da Câmara de Vereadores, a partir das 14h.
Secretaria do Idoso -  Outra importante luta da terceira idade que a Frente Parlamentar quer enfrentar é a criação da Secretaria Estadual do Idoso. Burmann informou que está realizando coleta de assinatura no interior do Estado para serem entregues ao governador do Estado.

I ENCONTRO DA TERCEIRA IDADE DO SUL DA BAHIA

I ENCONTRO DA TERCEIRA IDADE DO SUL DA BAHIA
LOCAL: Igreja Presbiteriana Jardim das Oliveiras. Itabuna – Bahia.

PROGRAMAÇÃO

SEXTA FEIRA – 27
19h00min - Credenciamento (Entrega dos Kits)
19h30min - Abertura do Encontro (Devocional)
19h40min - Palestra de Abertura: A Bíblia e o Envelhecimento
20h40min Encerramento

SÁBADO - 28
08h00min - Mobilização Social.
10h00min - Coffee-Break
11h00min – Palestra: Diabete x hipertensão x idoso caminhando juntos.
12h00 ALMOÇO

13h30min - Palestra: Perfil mental e psicoemocional da Terceira Idade
14h30min - Contação de história (ficc) e Coffee-Break
15h00min - Palestra:  Estatuto do Idoso e os tipos de Violência.
16h00min - Ginástica laboral
16h20min - Palestra: Idoso e o relacionamento entre gerações 
17h20min - Agradecimento.
               
19h00min - Culto Especial para Família do Idoso

DOMINGO - 29
09h00min - Palestra: Liderando na Terceira Idade.
10h00min - Palestra: 10 Anos do Estatuto do Idoso.

11h00min - Agradecimentos e Encerramento

sábado, 21 de setembro de 2013

ENCONTRO SINODAL DAS FORÇAS DE INTEGRAÇÃO EM TUCURUI

ATIVIDADES DO DOMINGO - 22
ALBUM DE FOTOS.
https://www.facebook.com/idosonewsipb.sgtti/media_set?set=a.549475231792876.1073741835.100001912117390&type=1

MOMENTO 09 - DOMINGO(22) - MINISTRAÇÃO DA PALAVRA NO CULTO VESPERTINO DA IGREJA PRESBITERIANA MONTE SIÃO EM MARABÁ QUE É PASTOREADA PELO REV. CLEBER CAMPOS.


MOMENTO 08 - DOMINGO(22) -  UMA BREVE PARADA EM JACUNDÁ PARA VISITAR E CONHECER O TEMPLO DA IGREJA PRESBITERIANA DE JACUNDÁ-PA, NA TRANSAMAZÔNICA.


MOMENTO 07 - DOMINGO(22) - RETORNO PARA MARABÁ UMA PARA PARA CONTEMPLAR  O LAGO E A HIDROELÉTRICA DE TUCURUÍ.


MOMENTO 06 - DOMINGO(22) - MENSAGEM NO CULTO DE ENCERRAMENTO DO EVENTO EM TUCURUÍ. SEM DUVIDA O EVENTO FOI UMA BENÇÃO PARA TODOS. É ANIMADOR SABER QUE MUITOS PARTICIPANTES VIAJARAM MAIS DE 1.000 KM PARA PARTICIPAR DO ENCONTRO.


ATIVIDADES DO SÁBADO(21)
MOMENTO 05 - SÁBADO(21)
No sábado a noite o Secretário Geral da Terceira Idade, o Rev. Pinho Borges, ministrou a palavra despertando o chamado discipular a partir do chamado dos apóstolos no Evangelho de João.









MOMENTO 04 - SÁBADO(21)
Após o almoço o Rev.  Pinho Borges ministrou uma oficina sobre a sexualidade na terceira idade para os homens participantes do evento 

MOMENTO 03 - SÁBADO(21)
Após o Culto matutino o Secretário Geral da Terceira Idade, ministrou a palestra: Construindo a Rede Presbiteriana de Apoio à Pessoa idosa para os  participantes da SAF e da UPH participantes do evento.



MOMENTO 02 - SÁBADO(21)
No sábado pela manhã o Secretário Geral da Terceira Idade, o Rev. Pinho Borges, ministrou a palavra despertando o consciência do chamado espiritual do corpo para ser templo do espírito com na Carta de Paulo aos Corintios.




MOMENTO 01 - SEXTA FEIRA(20)
O IV Encontro Sinodal das Forças de Integração da IPB, teve como sede a cidade  de Tucuruí no Pará. O Secretário Geral da Terceira Idade foi o preletor oficial do evento.
O Rev. Pinho Borges, ministrou a palavra despertando o consciência do chamado profético da Igreja a partir do chamado de Samuel.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Espera no PS por vaga em hospitais desrespeita Estatuto do Idoso

BAURÚ (SP) - Quem passa pelo Pronto-Socorro de Bauru se depara com situações que mais se parecem com provas de resistência. Pacientes idosos aguardam há dias em macas por leitos em hospitais público e ao lado deles, em alguns casos, há acompanhantes que também têm idade avançada. Sofrimento em dobro para quem deveria ser protegido pelo Estatuto do Idoso.
O avô da empresária Mariela Jaimes Utida tem 97 anos e está há quatro dias aguardando vaga em leito. “Ele não come e não toma mais água, então está com sonda e estamos aguardando, não falam nada se vai transferir ou podemos leva-lo para casa”, conta.
Nesta segunda-feira (16), 15 pacientes estão esperando por transferência para hospitais públicos. Quatro deles têm mais de 60 anos. Precariedade que atinge pacientes e acompanhantes idosos. “Desde às 3h30 de domingo eu estava de pé e eu tenho 63 anos, sem almoço, sem café, é complicado”, afirma a dona de casa Euclédes Rosa Ferreira.
O coordenador da Comissão da Pessoa Idosa da OAB de Bauru tem acompanhando o caso. Segundo ele, o atendimento aos pacientes com mais de 60 anos contraria o Estatuto do Idoso. “Essas entidades que não cumprem o estatuto podem ser responsabilizadas de diversas formas como multa, afastamento de funcionários e responsabilização dos seus diretos”, explica Juracy Lopes.
.

Bancos têm que limitar descontos a 30% da remuneração de pensionista

SÃO LUIZ (MA) - A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) foi favorável ao recurso de uma pensionista, que pleiteou a limitação dos descontos efetuados por nove bancos com os quais ela contraiu empréstimo a 30% de sua remuneração, como determina a Lei nº 10.820/2003.
A decisão unânime do órgão colegiado do TJMA reformou sentença de primeira instância, que havia indeferido a antecipação de tutela pedida pela pensionista em ação de revisão de contrato contra a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, BMG, Banco Pine, Panamericano, Bradesco, Banco Industrial do Brasil, BV Financeira e Bancred.
A sentença da Justiça de 1º grau havia determinado apenas que os bancos juntassem ao processo, no prazo de cinco dias, os contratos de empréstimo firmados pela autora.
O desembargador Raimundo Barros (relator) disse constar no recurso que a agravante é idosa, acometida por várias doenças, necessitando da sua pensão para compra de remédios, bem como para tratamento de saúde.
Informou que a BV Financeira, Banco do Brasil e Banco Industrial do Brasil foram os únicos que apresentaram contrarrazões pedindo o improvimento do recurso.
Parecer do Ministério Público estadual, por sua vez, foi favorável ao pedido da pensionista.
O relator confirmou que, no caso, os empréstimos e financiamentos ultrapassam o limite estabelecido por lei. Acrescentou que questões relacionadas à previsão contratual, ou seja, abuso de juros e validade de cláusulas, são inerentes ao mérito da ação, não comportando verificação no atual momento processual.
Citou posição do Superior Tribunal de Justiça (STJ) entendendo que as consignações não podem ultrapassar 30% dos vencimentos do trabalhador. Votou de forma que os descontos sejam limitados a este percentual do valor recebido como pensão. Os desembargadores Maria das Graças Duarte e Ricardo Duailibe concordaram com o voto do relator. (Processo: 0210582013)
Assessoria de Comunicação do TJMAPublicado por Tribunal de Justiça do Maranhão (extraído)

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

WORKSHOP EM VOLTA REDONDA.

MOMENTO 03 - DOMINGO. Neste domingo a noite o Rev. Pinho Borges ministrou a Palavra no Culto Vespertino, dentro das comemorações dos 67 anos da Igreja Presbiteriana de Volta Redonda.
Veja as fotos do evento no endereço a baixo.
www.facebook.com/idosonewsipb.sgtti/media_set?set=a.546357075438025.1073741834.100001912117390&type=3


No horário da manhã o Secretário Geral ministrou a oficina "Envelhecimento diga não aos mitos e preconceito" no horário da escola dominical.


MOMENTO 02 - SÁBADO. Participaram do Workshop representantes das Igrejas Presbiterianas: Primeira de Volta Redonda, Segunda de Volta Redonda, Santa Cruz, Betel, Santo Agostinho, Central, Barra Mansa, Boa Vista, Independente e Batista Central de Volta Redonda.
O Workshop faz parte das comemorações dos 67 anos de organização da Primeira Igreja Presbiteriana de Volta Redonda, no Rio de Janeiro que é pastoreada pelo Rev. Edmilson Rabadel. A IPVR tem um grupo de idoso organizado, denominado de Pôr do Sol que se reúne todas as sextas feiras.

No horário da tarde o Rev. Pinho Borges ministrou a oficina: A Igreja e os direitos da pessoa idosa. Após o encerramento os participantes receberam o certificado de participação.


A segunda oficina da manhã foi ministrada pela enfermeira Suellen Kenupp que tratou da importância da prevenção das doenças. Em seguida foi servido o almoço aos participantes no salão social da igreja. 

Após o café teve início as oficinas do Workshop da Terceira Idade. O Rev. Edmílson Robadel, fez uma pequena devocional  Em seguida o Rev. Português, Secretário Presbiterial da Terceira Idade o Rev. Pinho Borges, que ministrou a Oficina: Construindo a Rede Presbiteriana de Apoio à Pessoa Idosa - Repapi.





As atividades deste sábado, os trabalhos teve início com a recepção dos participante com o Café da Manhã. Cada participante recebeu um kit promocional com boné, caneta, bloco de anotação, Carta dos Direitos dos Usuários da Saúde, Estatuto do Idoso e um conjunto escolar doado pela Caixa Econômica. O evento teve cobertura jornalista da Diário do Vale, o jornal de maior circulação na região.
http://diariodovale.uol.com.br/noticias/4,78759,Igreja-Presbiteriana-realiza-workshop-para-idosos-em-Volta-Redonda.html#ixzz2f2owXED3"


MOMENTO 01 - VISITA À PREFEITURA - Na tarde desta sexta feira (13) , o Rev. Pinho Borges, acompanhado pelo Rev. Português e esposa, foi recebido pelo prefeito (Antônio Francisco Neto) e vice prefeito (Carlos Roberto Paiva) de Volta Redonda, Rio de Janeiro.

Na ocasião o Sgtti, conversou sobre as políticas públicas do municípios para o envelhecimento e falou sobre o Workshop na Igreja Presbiteriana.



I ENCONTRO DA TERCEIRA IDADE DO SUL DA BAHIA

27 A 29 DE SETEMBRO


quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Idosa receberá R$15 mil por erro de banco que pagou R$750 em cheque de R$75

FLORIANÓPOLIS(SC) - A 1ª Câmara de Direito Civil do TJ negou recurso de um banco contra sentença que o condenou a restituir os prejuízos materiais da conta da autora, além de arcar com outros R$15 mil, pelo abalo moral, em razão de ter pago R$750 em um cheque de valor original de R$75. A cártula havia sido fraudada. No recurso, a instituição sustentou não ser parte legítima do processo, já que o cheque foi compensado por outro banco. Alegou, também, que não cometeu qualquer ilícito que ensejasse danos morais e requereu seu afastamento ou sua redução.
De acordo com os autos, o banco não admitiu seu erro ao compensar cheque adulterado e ainda obrigou a autora, que é idosa, a tomar empréstimo para quitar a dívida. A câmara entendeu correta a sentença, pois o banco sacado é, sim, o responsável pela conferência dos dados antes de compensar os cheques. A instituição deve responder pelas consequências advindas de falha em seu serviço e reparar os danos decorrentes do pagamento cujo valor foi adulterado", anotou a desembargadora substituta Denise de Souza Luiz Francoski, relatora da matéria.
Ela lembrou, também, que a instituição financeira responde por cheque falsos, com exceção dos casos de culpa exclusiva da vítima, de concorrente ou do correntista. Os magistrados entenderam que a situação experimentada pela idosa, que precisou contrair empréstimo bancário para restabelecer seu saldo bancário, ultrapassa o patamar de" meros dissabores ". A votação foi unânime. (AC n. 2013.023264-5).
Publicado por Tribunal de Justiça de Santa Catarina (extraído)

Avós devem receber indenização por destrato

UBERLÂNDIA (MG) -Os avós paternos da criança, que tinha três anos à época dos fatos, haviam conseguido na Justiça permissão para visitar a única neta, já que sua mãe proibia o contato. Em uma das visitas, depois de esperarem três horas até que a neta acordasse, o avô e a avó, com 91 e 65 anos respectivamente, foram chamados de idiotas, mentirosos e cínicos pela mãe da menina. E, ainda, foram expulsos da casa da neta de forma agressiva.
Um casal que foi destratado pela mãe de sua neta deve receber indenização de R$ 6.000 por danos morais. A decisão da 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirma sentença da comarca de Uberlândia, no Triângulo Mineiro.
Segundo os avós, a atitude da mãe da menina decorre de problemas com o pai da criança, e as agressões os abalaram profundamente.
A mulher alega que, como o pai da menina estava impedido temporariamente, pela Justiça, de vê-la, os avós paternos insistiam que as visitas deveriam ocorrer na casa destes, numa tentativa de permitir ao pai que visse a filha. A mãe da menina diz, ainda, que não agrediu os avós paternos da filha durante a visita.
Em Primeira Instância, o juiz condenou a mãe da criança a pagar R$ 6 mil, por danos morais, aos avós paternos da filha.
As partes recorreram da decisão e o relator do recurso, desembargador Álvares Cabral da Silva, manteve o valor fixado na sentença. É de extrema importância destacar que os autores da demanda são idosos, a quem deve se dispensar as condutas mais respeitosas possíveis.
Ocorre que pelo áudio, juntado ao processo, o que pudemos notar foi uma conduta exatamente diversa, por parte da mãe da criança, visto que proferiu ofensa aos idosos, bem como gritou determinando que se retirassem de sua casa. Tal ato é inaceitável, não apenas por valores morais, mas principalmente por terem os idosos proteção legal contra este tipo de conduta no Estatuto dos Idosos.
"Entendo que o ato praticado pela mãe da criança é ilícito e é devida indenização em favor dos avós paternos", concluiu.
O desembargador Veiga de Oliveira votou de acordo com o relator, ficando vencido o desembargador Gutemberg da Mota e Silva, para quem a indenização deveria ser reduzida.
Assessoria de Comunicação Institucional - Ascom

TJMG - Unidade Raja/ Publicado por Tribunal de Justiça de Minas Gerais (extraído) 

BANCO DO BRASIL: VIOLÊNCIA INSTITUCIONAL CONTRA IDOSOS

BOA VISTA (RO) - O Banco do Brasil vem discriminando idosos e pessoas de baixa renda em Roraima. As investigações apontam que banco 'seleciona' clientes para atendimento. Inquérito foi instaurado em 2012, com base em relatos do Sintraf. 
Devido à possível existência de discriminação no atendimento a idosos, pessoas de baixa renda aposentados e não correntistas em agências do Banco do Brasil em Roraima, o Ministério Público do Estado, por intermédio da Promotoria de Defesa do Consumidor e da Cidadania, ajuizou no dia 21 de agosto deste ano, na 3ª Vara Cível, ação civil pública com pedido de antecipação de tutela contra a instituição. 
A ação foi motivada com base no Inquérito Civil Público nº. 007/2012, instaurado em junho de 2012, a partir de fatos narrados pelo Sindicato dos Trabalhadores no Ramo Financeiro do Estado de Roraima (SINTRAF) e consumidores, que apontavam a existência de discriminação no atendimento a pessoas de baixa renda, nas agências do Banco do Brasil, localizadas no Asa Branca e São Francisco. 
Durante a investigação do MPRR, ficou evidenciado que o banco costuma 'selecionar', antes mesmo de entregar as senhas de atendimento, os clientes que serão atendidos no interior das agências e orienta os funcionários a não entregar senhas de atendimento a pessoas de baixa renda, correntistas ou não, que desejam utilizar o caixa para pagamento de títulos ou saque de aposentadorias e benefícios. 
Segundo o promotor de Defesa do Consumidor, Ademir Teles, tal conduta visa forçar o consumidor de baixa renda e aposentado a utilizar o autoatendimento - quando correntista do próprio banco - ou a dirigir-se ao Banco Popular, ou Postal - no caso dos não-correntistas - de modo que na agência sejam atendidos somente os clientes que efetivamente 'interessam' à instituição financeira e proporcionam maiores lucros.
“É comum, ao entrar em uma agência bancária, principalmente do Banco do Brasil, que nos deparemos com uma longa fila já na entrada, onde há funcionários fazendo a “triagem” dos clientes que entrarão para atendimento pessoal no interior da agência. Essa recusa no atendimento configura discriminação e tratamento desigual”, explicou o promotor. 
Conforme consta no inquérito civil, alguns funcionários da instituição chegam ao absurdo de proibir que idosos aposentados sejam atendidos pessoalmente nos caixas, forçando-os, assim, a comparecer ao autoatendimento bancário por dois ou mais dias consecutivos, para efetuar o saque de seus proventos, quando este ultrapassa o limite diário de saque no terminal de autoatendimento. 
Para o promotor de Justiça, o que se vê é uma prática que atenta contra a dignidade da pessoa humana e submete os cidadãos a uma condição de inferioridade social, configurando total violação ao direito à igualdade, assegurado na Constituição Federal e no Código de Defesa do Consumidor. 
Punição - Na ação, o Ministério Público do Estado pede que a Justiça obrigue o Banco do Brasil a dispensar atendimento igual para correntistas e não-correntistas, independentemente da condição social, idade, serviço ou valor do saque ou documento a ser pago e que seja condenado a uma indenização no valor de R$ 5 milhões, por danos morais coletivos, cujo recurso deve ser revertido às futuras ações de Defesa do Consumidor. 
Publicado por G1 - Globo.com (extraído)

terça-feira, 10 de setembro de 2013

ESTADO PODERÁ TER POLÍTICA PÚBLICA PARA IDOSO


RIO DE JANEIRO (RJ) - A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta terça-feira (10/09), em primeira discussão, o projeto de lei 1.687/12, que cria a Política Estadual do Idoso, que busca garantir autonomia às pessoas com mais de 60 anos de idade. Para isso, ela terá como diretrizes as políticas sociais, o combate à exclusão, a proteção jurídica, ações educativas, entre outras. O projeto é assinado pelo deputado Samuel Malafaia, para quem aumento da população idosa requer não só atendimento médico, mas também intervenções sociais, econômicas e ambientais.

Operadora de plano de saúde obrigada a internar idoso

Operadora de plano de saúde obrigada a internar idoso

AS POSTAGENS MAIS VISITADAS