quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Justiça determina transferência urgente de paciente para tratamento médico



PARANÁ - A Justiça Estadual em Ponta Grossa determinou, nesta semana, que um paciente de 82 anos seja transferido, no prazo de 48 horas, para um hospital da rede pública com estrutura necessária para o tratamento de insuficiência arterial com isquemia distal. A decisão, de caráter liminar, foi proferida com base em uma ação do Ministério Público do Paraná.

De acordo com a ação, o idoso está internado há aproximadamente 20 dias no Hospital Municipal Amadeu Puppi, com gangrena e úlceras nos pés. Ele está na lista da central de leitos, aguardando vaga para cirurgia vascular. O procedimento, porém, não é realizado neste hospital.

O documento do MP-PR, assinado pelo promotor de Justiça Fuad Faraj, pede que o paciente receba todo o tratamento necessário, incluindo exames e acompanhamento pós operatório. As fotos apresentadas pelo filho do idoso trazem a gravidade da lesão no pé direito, desenvolvendo gangrena e úlcera em estado visível de gravosa infecção. Vale dizer que o pé esquerdo também exibe quadro de úlcera, sustenta o promotor na ação.

Extraído de: Ministério Público do Estado do Paraná

Nenhum comentário:

REFLEXÃO - O PRAZER DE OBEDECER

Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios. [...] Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na Sua lei medita de dia...

AS POSTAGENS MAIS VISITADAS